NA PRÓXIMA SESSÃO DA NOITE: “TANNHÄUSER”, DE RICHARD WAGNER

Richard Wagner para escrever o libreto de Tannhäuser, baseou-se numa lenda medieval. Wagner, embora fosse luterano, reflecte na sua obra um ambiente católico. A penitência e a expiação do pecado bem como a redenção através do amor, são temas recorrentes na sua obra e aos quais volta nesta ópera. O ballet que acompanha a abertura, foi criado especialmente para a ópera de París (1861), sendo conhecido como «a bacanal do Venusberg» (Monte de Vénus). Na obra utiliza o leitmotiv, mas aplicando-o com moderação. A ópera dividida en três actos, foi estreada no Hofoper de Dresde em 19 de Outubro en 1845. Vamos hoje assistir a uma gravação feita no Festival de  Bayreuth, no ano de 1978. No papel de Tannhäuser, Spas Wenkoff; como Elisabeth/Venus, Gwyneth Jones: no de Hermann, Hans Sotin; como Wolfram, Bernd Weikl… O maestro Sir Colin Davis dirige a orquestra.

TANNHÄUSER, DE WAGNER NA

PRÓXIMA  SESSÃO DA NOITE

Leave a Reply