«TRISTÃO E ISOLDA», DE RICHARD WAGNER, NA PRÓXIMA SESSÃO DA NOITE

Talvez pelas repercussões que teve na música erudita do século XX, influenciando o atonalismo, há críticos e musicólogos que consideram Tristão e Isolda a melhor obra de Richard Wagner, a rainha entre as suas obras-primas. Criada entre 1857 e 1859, pertence à fase mais rica da produção wagneriana. Tristan und Isolde é uma ópera em três actos com libreto do próprio compositor, baseado  numa lenda medieval narrada por Gottfried Von Strassburg. A estreia  foi em Junho de 1865 no Teatro da Baviera, em Munique. Com a orquestra e o coro da Bayerische Staatsoper dirigidos por Zubin Metha (que dispensa comentário), o elenco tem como principais intérpretes Jon Fredric West no papel de Tristão e no de Isolda, Waltraud Meier.

LOGO, NA SESSÃO DA NOITE, TRISTÃO E ISOLDA, DE WAGNER

Leave a Reply