O PETRÓLEO NÃO ESTAVA PARA ACABAR… E NÃO ESTÁ! – por Ventura Leite

No livro que publiquei em meados de 2012 eu afirmei que o petróleo não estava para acabar. E fundamentei essa afirmação num conjunto de informações sobre a Venezuela, Canadá e EUA, e suas reservas de petróleo não convencional. Imagem1

Mas não estava informado do que entretanto se suspeitava e agora foi divulgado sobre estudos que estavam a decorrer na Austrália.

Acontece que na semana passada foi divulgado, e isso tem sido muito badalado em certos meios, que a Austrália acabava de confirmar publicamente a existência de uma vasta reserva de petroleo de xisto, na designada Bacia Arckaringa, com reservas recuperáveis actuais na ordem dos 233 biliões de barris, valendo qualquer coisa como 20 triliões de dólares.

Nesta altura estas reservas só são oficialmente superadas pelas da Arábia Saudita com 263 biliões, embora analistas deste sector afirmem que a A Saudita tem vindo a falsear os dados sobre as suas reservas para poder manter o nível de produção, e que as reservas reais podem ser até 40% inferiores às declaradas.

Para se ter uma ideia comparativa com outros grandes detentores de petróleo tenha-se em conta as seguintes reservas:

Iraque –       115 biliões de barris
Irão –            137       ”        ”         ”
Canadá –      175        ”       ”         ”
Venezuela – 211        ”       ”         “

Agora imaginem que as estimativas sejam corrigidas para cima como tem sido frequente noutras descobertas ( até duas vezes mais) e atinjam os 400 biliões!

Segundo analistas do sector, esta é provavelmente a maior descoberta dos últimos 50 anos, e vai mudar a geopolítica do petróleo e a dinâmica energética mundial.

Essa mudança que estava já em marcha, como refiro no meu livro , com os avanços tecnológicos na extracção e refinação do petróleo não convencional nos EUA e no Canadá, só pode acelerar nas próximas décadas. E, curiosamente, quem vai ganhar com esta descoberta serão também os EUA!

Leave a Reply