CALENDÁRIO COM ROSTO DE MARIA ISABEL BARRENO E MARIA TERESA HORTA por clara castilho

9349741_b7nUl

Começa o mês de Agosto. E um calendário que homenageia mulheres que contribuíram para que a igualdade de género seja uma realidade e que têm inspirado a Europa, colocou na página deste mês o rosto de duas das três autoras, do livro “Novas Cartas Portuguesas”, editado em Abril de 1972, Maria Isabel Barreno e Maria Teresa Horta (a que se acrescenta Maria Velho da Costa). A edição é do Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE).

Nesse livro aparecem figuras femininas marcadas por condicionalismos de vária ordem, maltratadas, enclausuradas, dependentes, vítimas de amor ou paixão, casadas à força, enganadas, exploradas… e pacientes!

ncp_classic_07_0

A publicação só foi possível graças à colaboração de outras duas mulheres – Snu Abecassis e Natália Correia. As reações das entidades oficiais do “antes do 25 de Abril” foram as piores, o livro foi retirado do mercado e seguiu-se um processo judicial a que só a pressão dos movimentos feministas internacionais e a Revolução de 25 de Abril de 1974 permitiram pôr termo. Dentro do país, devido à censura nos jornais pouco se soube. No estrangeiro, movimentos feministas faziam manifestações, marchas, acontecendo mesmo a ocupação da embaixada portuguesa na Holanda pelas feministas holandesas.

Hoje, quarenta anos passados, podemos nos interrogar se mudou muita coisa…

É um justo reconhecimento do papel que estas mulheres tiveram no nosso país e da sua ousadia.


 

 

Leave a Reply