CEGUEIRA – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet

logótipo um café na internet

Eleições na Alemanha em 1932: 230 deputados nazis. O Partido Nazi é agora o mais votado mas ainda não dispõe de maioria absoluta. Se coligados, comunistas e sociais-democratas seriam majoritários. Mesmo de longe, Estaline impede a Frente de Esquerda. Apelida de sociais-fascistas os possíveis aliados do PC alemão. Ficam assim escancaradas, para os nazis, as portas do Poder. Trotsky insurge-se, em vão, contra a cegueira estalinista.

Em 1933 o Pres. Hindenburg convida Hitler para Chanceler da Alemanha. A 27 de Fevereiro Himmler manda incendiar o Reichstag (Parlamento). Atribui a culpa aos comunistas, forja e exibe provas. Frente aos escombros, Hitler declara:

– Já nada nos impede de esmagar os comunistas com punho de ferro. Este incêndio marca o início de uma nova e grande era na História da Alemanha.

Hindenburg autoriza Hitler a tomar medidas de exceção. Desfiles, bandeiras, marchas militares. Na rádio, Goebbels martela slogans. Nas ruas, SA e SS dão caça aos comunistas. Em 1934 morre Hindenburg. Eleições controladas pelos nazis. Hitler é, naturalmente, o mais votado. Assume a Presidência, poderes ditatoriais. Quadros das SS ocupam as principais posições no aparelho de Estado.

Cegueira, fatal cegueira…

Leave a Reply