ONTEM, NO FESTIVAL OPTIMUS ALIVE, UM GRUPO AMERICANO CANTOU A “GRÂNDOLA” por Clara Castilho

the-last-internationaleNo site oficial do festival Optimus Alive 2014 vem a informação de que o grupo que iria tocar no primeiro dia (ontem, dia 11) era The Last Internationale. São um trio nova-iorquino, que conta na bateria com o lendário Brad Wilk (Rage Against the Machine e Audioslave). São conhecidos pelas suas actuações explosivas e imprevisíveis. Previsto estava que apresentassem no Optimus Alive’14 alguns temas do próximo álbum, com data de edição prevista ainda para este ano.O facto é que cumpriram o seu papel de actuações explosivas, até porque, segundo informaram em palco, contam no grupo com dois descendentes de portugueses. E vai daí, segundo a Lusa, começaram por “”Vamos protestar, fazer barulho contra esse Passos Coelho”!

No concerto, ouviu-se ainda um excerto de “Grândola, Vila Morena”, tema de Zeca Afonso, cantado a cappella. Para terminar, a banda escolheu um tema “sobre o Maio de 1968”. O que me incomoda é ter a certeza de que alguns dos que estavam a ouvir até nem conheceriam a canção portuguesa, nem a sua história.

A essa hora passava eu por Algés, chateada com a malta que atravessava as ruas sem cumprir regras e com os carros estacionados por cima de todos os passeios… MaL sabia que do outro lado da via férrea, uns a americanos cantavam a Grandola! Às vezes há surpresas ao virar da esquina…

Leave a Reply