EDITORIAL – AGOSTO/FÉRIAS/O PAÍS EM SUSPENSO

Não, não aconteceu nada neste país. Vai tudo de vento em popa. Não há crise, logo editorialnão há pobres, não há corrupção. Uns estão a banhos na Manta Rota, outros em Boliqueime, um tal senhor que foi preso e pagou uma alta caução, algures numa bela praia.

Mas, em Lisboa, outros ainda insistem em não ir de férias. O líder parlamentar do PSD põe em causa a Constituição, ao questionar as decisões do Tribunal Constitucional. Baralham os incautos com um tal Fundo de Resolução e com uma nova figura: a de bancos bons e bancos maus. E a campanha do Ronaldo ficará no lado do banco bom… Que alívio!

Outros, cheios de pressa, vão falando em candidatos a Presidentes da República: ele é Marcelo Rebelo de Sousa, ele é Pedro Santana Lopes, ele é Rui Rio. Até Martinho Pinto anuncia que deixará a Europa porque o país dele precisa e que talvez também seja candidato a P.R.

Mas…

Festejemos, porque o Ministro da Saúde não aceitou a indicação do Tribunal de Contas para reduzir o tempo de consultas de 21 para 15 minutos!

Festejemos porque não tem havido muitos incêndios!

E festejemos porque um dos nossos jovens “cérebros” ( da Universidade do Minho), que ainda não foi trabalhar para fora do país,  inventou uma forma de aumentar 20 vezes as hipóteses de ganhar o euro milhões.

Vamos todos apostar no euro milhões já que a esperança só pode vir daí. Esperem, só pode ser no final de Agosto, que é quando a plataforma vai estar disponibilizada!

 

 

 

1 Comment

Leave a Reply