MOB – ESPAÇO ASSOCIATIVO – LIVRO MULHERES CONTRA A DITADURA – CONVERSA COM CECÍLIA HONÓRIO QUINTA-FEIRA, 9 de OUTUBRO, ÀS 21:00 RUA DOS ANJOS 12 F, 1150-037 LISBOA

10712729_796100193782679_2772314876171110129_n

 

Conversamos com Cecília Honório, a autora do livro que conta a história de muitas MULHERES CONTRA A DITADURA.

***

A primeira “elite” de mulheres que lutou contra a ditadura no pós-guerra nasceu no Movimento de Unidade Democrática Juvenil (MUDJ, 1946-1957).
Filhas de juízes, de conservadores, de médicos, advogados, militares, ou de empresários, filhas de oposicionistas, republicanos sobretudo, elas foram jovens escolarizadas à procura de respostas políticas novas, diferentes das de seus pais. Burguesas, muitas universitárias, que arrastaram operárias e trabalhadoras rurais para o MUDJ, com a sua capacidade de liderança e de organização.
Este trabalho destina-se a dar visibilidade às raparigas do MUDJ, que arriscaram, estiveram presas, leram livros proibidos, recrutaram, discursaram, militaram nas campanhas, discutiram animadamente nos cafés, e desafiaram até a moral e os bons costumes do tempo, com a sociabilidade mista, que juntava raparigas e rapazes nos passeios no campo, nos piqueniques, ou cantando Lopes Graça.
Vai à procura das que começaram a sua vida política no MUDJ e das muitas que passaram da luz à sombra, mesmo quando não desistiram de lutar contra a ditadura.

 

Leia mais em:

https://www.facebook.com/events/470148723128439/permalink/470148776461767/

http://www.ionline.pt/artigos/liv/ceclia-honrio-preciso-dizer-estas-mulheres-existiram-contava

Leave a Reply