APE – DURANTE O MÊS DE OUTUBRO, A ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL PROMOVE 4 SESSÕES DE POESIA

 

ape

 

 

 

DIVULGAÇÃO ASSOCIATIVA

_____

                    Associados: Joana Ruas, José do Carmo Francisco,

                        Luís Vendeirinho e Maria Estela Guedes

 

                                                        CONVITE

(também no facebook, grupo secreto de sócios da APE)

 

 logo - III

 

Comemorações do 40º Aniversário da Revolução de Abril promovida pela Associação 25 Abril

 

«No âmbito das Comemorações do 40º Aniversário da Revolução de Abril, tendo em conta de que Democratizar, o 3º D do MFA, também é cumprir culturalmente o 25 de Abril, a Associação 25 de Abril, A25A, realiza no mês de Outubro  4 sessões de poesia, às 5ª feiras, nos dias 2, 9, 16 e 30  no restaurante da Associação A25A pelas  20 horas.

Participação dos poetas  João Morgado, dia 2 , Jorge Castro, dia 9, Pires Laranjeira dia 16 e Maria Estela Guedes, Ricardo Gil Soeiro, José do Carmo Francisco, Luís Miguel Vendeirinho e Joana Ruas, dia 30.

 

Reserva até à antevéspera do jantar para o email:  com.tradicaorestaurante@gmail.com

 

Tlf: 213 241 420/ 210 447 029

Cordiais saudações

A Direcção»

 

 

________

www.apescritores.pt | info@apescritores.pt 

http://facebook.com/apescritores     

( Tel  | (+ 351) 21 397 18 99

6  Fax | (+ 351) 21 397 23 41

+ Morada | Rua de S. Domingos à Lapa, 17

                       1200-832 Lisboa, Portugal

1 Comment

  1. Ó Associação 25 de Abril,
    Porque não denuncias tu os reais e grandes inimigos da Democracia
    Enquanto prosseguem estes com a aplicação prática dos seus planos de destruição propositada da Economia?

    Ó Associação 25 de Abril,
    Porque fazes tu poesia
    Enquanto no país decorre uma sangria?

    Será que é porque estás mal informada?
    Será que é porque estás anestesiada?

    Informada não pareces muito estar
    Pois, pouco tens vindo a denunciar

    E, anestesiada pareces também muito estar
    Pois, numa cultura e num país de panhonhas como estes, é isso mesmo que muita gente acaba por ficar

    Será preciso um novo 25 de Abril, como muitos dizem?
    Não, pois a Democracia ainda vigora e o problema é que muitos não a exerçam e nela as suas atenções fixem

    O que é preciso, então?
    Que se deixem os românticos, fãs dos golpes de Estado, de lirismos e passem tais pessoas a ser antes mais fãs de, e a trabalhar para, uma Revolução

    — Poema(?) escrito em 10 minutos, por um filho de um oficial militar que esteve envolvido no 25 de Abril

Leave a Reply