“PAIS, ESCOLAS E JURISTAS CHUMBAM ACESSO A LISTA DE PEDÓFILOS”- ASSIM ERA O TÍTULO DO JORNAL i DE 3 DE SETEMBRO II por Luísa Lobão Moniz

olhem para  mimA exposição pública serve para quê? Para vir ao de cima o pior que cada um tem dentro de si. A História não se esqueceu da exposição pública de Gungunhama pelas ruas de Lisboa.

A violência gera violência.

A Humanidade tem levado séculos para entender o comportamento humano no sentido de o tornar mais pacífico na comunidade.

A Humanidade tem levado séculos para entender o comportamento humano, a bondade e a maldade. Os grandes crimes contra a Humanidade e os crimes cometidos por um só indivíduo contra uma ou várias pessoas.

É difícil falar de pedofilia porque se corre o risco de alguém pensar que se está a minimizar este comportamento tão violento.

bia 2.11

Para além de violento é cobarde, é desleal, é ameaçador.

Que dizer da violência doméstica, onde estão crianças presentes? Quantas vezes o agressor ou agressora não vai viver com outra família e tem exactamente o mesmo comportamento violento!

Que dizer dos maus tratos, contra as crianças, sejam eles físicos, psicológicos, por negligência ou por abuso sexual?

Quantas crianças são retiradas aos seus cuidadores, porque o agressor tem a liberdade de ficar em casa?

Quantas mulheres são assassinadas pelos companheiros já depois de terem sido sinalizados para quem de direito?

Quantas listas vamos fazer para que todos saibam quem é o maltratante que vive no nosso bairro, no nosso prédio?

Convivi, no mesmo local de trabalho, com um agressor que matou a mulher com uma caçadeira.

Cumpriu a pena de oito anos de prisão e regressou calmamente para o seu emprego, para onde nunca deveria ter regressado! O homem bebia muito e acabou por morrer de cirrose.

Só soube da vida deste homem, com quem trabalhava todos os dias e de quem tinha responsabilidades do seu comportamento, assim como o de outros adultos, depois dele ter morrido, e dei por mim a pensar “ainda bem que não sabia de nada. Porque se o soubesse…”

bia 2--11-2

A Convenção dos Direitos da Criança obriga os países signatários a adoptarem medidas que protejam a Criança do abuso, da ameaça ou da lesão à sua integridade física e psicológica. (1989).

Leave a Reply