NO PORTO, NA CASA DA MÚSICA, DIA 22 DE MARÇO, DUAS ESCOLHAS

Às 11,30, 15 e 17 h, na sala 2, “Primeiros Concertos” para crianças PERLIMPIMPUM!

Com Saphir Cristal e Jorge Queijo ,  direcção artística e interpretação de Artur Carvalho,  Bruno Estima e Joaquim Alves

 22.3

Ouvindo-se a palavra mágica, com erres enrolados e is bem alongados, chega um conto e uma canção, faz-se poesia, pula a imaginação. Pela voz de Cristal e as percussões de um quarteto irrequieto, desfilam personagens do mundo de La Fontaine. E Perrr…liiiim…piiiim…PUM!

 Às 18 horas, na sala Suggia, o Coro da Casa da Música, em  Concertos de Páscoa “CRISTO NA CRUZ”

 Com a direcção musical de Paul Hillier e Elsa Marques Silva ao piano.

Programa:

Franz Joseph Haydn As últimas sete palavras de Cristo na Cruz

 Em 1786, um cónego da cidade de Cádis encomendou a Haydn uma peça instrumental inspirada em sete frases alusivas à paixão de Cristo, retiradas de diferentes evangelhos, para ser apresentada na Sexta-feira Santa do ano seguinte. A versão original para orquestra constituiu um grande sucesso em toda a Europa e Haydn fez posteriormente versões para quarteto de cordas, para piano e para coro. O andamento final constitui uma alusão ao terramoto de 1755 que destruiu a baixa lisboeta e a zona litoral de Cádis devido ao consequente maremoto. A versão coral resulta numa belíssima oratória e é apresentada pela primeira vez na Casa da Música na versão com acompanhamento ao piano.

 

Leave a Reply