DIA DO TEATRO – Abertura – por António Gomes Marques

Imagem2

Começamos o dia 27 de Março a falar de teatro, dia este em que, em (quase) todo o Mundo, se comemora o Dia Mundial de Teatro. É um ritual e o teatro não poderia deixar de ter o seu. No entanto, como muitas vezes se leu em «A Viagem dos Argonautas», o ritual que para o teatro pretendemos é que o teatro aconteça todos os dias, pois se o teatro é vida, e nós pensamos que é, esta acontece todos os dias e com o teatro não pode ser de modo diferente.

Mas o ritual não termina aqui, outro está a nascer n’«A Viagem dos Argonautas» e que leva a sua Coordenação a escrever uma frase como esta: «Como sempre fazemos, a direcção da edição é entregue a quem sabe, neste caso, a quem sabe de Teatro». Ora, o Coordenador deste Dia do Teatro não passa de um amador de teatro, de alguém que, quando fez teatro ou quando dele fala, sempre o fez, faz e fará por amor ao teatro, que o mesmo é dizer por amor à Vida, reflectindo com a ajuda do teatro no caminho a seguir para a construção de um Mundo melhor, num Mundo em que a diferença seja respeitada, na construção de uma vida em que sempre se respeitem os valores éticos, um mundo solidário, de igualdade de oportunidades, de justiça social, com a consciência de que para conseguir esse desejável Mundo há que intervir no real transformando-o, e fazer teatro é também uma forma de dialecticamente intervir no real, na esperança de que essa desejável transformação venha a ser conseguida.

Os textos que hoje poderão ser lidos são pretexto para essa reflexão, como já de reflexão o foram para os seus autores. Esperemos que proveitosos o sejam também para os leitores.

 

Leave a Reply