EDITORIAL – ESTARÁ O MUNDO A FICAR MAIS INTOLERANTE?

Imagem2

A milícia Al-Shabab (ou Al-Shabaab), com base na Somália, atacou uma universidade no nordeste do Quénia e sequestrou um grande número de estudantes. Houve pelo menos 147 mortos. Al-Shabab tem ligações à Al-Qaeda, e luta contra o governo somali, apoiado pelo Ocidente  e por diversos países, entre eles o Quénia.  Este inclusive enviou tropas  para a Somália. Este ataque será assim uma retaliação. As reacções têm sido grandes, entre elas a do papa Francisco, que manifestou grande preocupação  pelo que considera passividade à escala mundial perante os ataques aos cristãos. A maioria das vítimas em Garissa, cidade onde ocorreu o ataque, seriam cristãs, tal como cerca de 80 % da população queniana.

Entretanto, noutra parte do mundo, nos Estados Unidos, foram tornados públicos e-mails trocados entre responsáveis da polícia de Ferguson, cidade do Missuri, onde têm ocorrido manifestações e protestos, após um jovem de 18 anos, desarmado. ter sido morto a tiro pela polícia, em Agosto passado. Nesses e-mails, uma reunião de Michelle Obama com antigas colegas estudantes, é comparada a uma festa tribal, e aparece também Ronald Reagan a dar biberão a Barack Obama, este com a figura de um chimpanzé, entre outras supostas brincadeiras (?) manifestamente discriminatórias e racistas (ver segundo link abaixo).

Os conflitos no Próximo e Médio Oriente assumem cada vez mais um tom de rivalidade entre religiões e civilizações. Nos Estados Unidos o racismo  volta a prevalecer, mesmo entre responsáveis pela ordem pública. Na Europa, cresce a extrema-direita. O mundo parece mesmo estar a ficar mais intolerante. Os defensores da liberdade e da igualdade entre as pessoas e os povos parecem estar em recuo. Ou será que, na realidade, terão sido sempre uma minoria?

 

http://www.aljazeera.com/news/2015/04/kenya-garissa-university-attack-150402155656780.html

http://www.theguardian.com/us-news/2015/apr/03/ferguson-officials-racist-emails-obama

 

 

Leave a Reply