NA CASA DA MÚSICA, PORTO, JOÃO SÓ NO DIA 14 DE MAIO, ÀS 21:30

 “Até que a morte nos separe” de João Só, é o espectáculo a apresentar no dia 14 de Maio, na Casa da Música, às 21:30, na sala 2.

 14.5 cm

João Só voz, guitarra acústica, guitarra eléctrica

João Rato teclado, guitarra acústica, guitarra eléctrica, coros

David Matos baixo, coros

Ivo Santos bateria, coros 

O “bom rebelde” está de regresso!

João Só tem um novo disco – “Até Que A Morte Nos Separe” – e vai apresentá-lo em primeira mão na Casa da Músicano dia 14 de Maio.

Composto ao longo do ano passado, este novo trabalho, construído a partir da sua própria experiência, é uma verdadeira colecção de “crónicas do amor” inspiradas pela sua vivência e em que reflecte sobre as mais variadas fases da relação a dois. Como título, algo desarmante como “Até Que A Morte Nos Separe”, tal é a fé que João tem no amor. E isso é algo que se traduz neste novo disco – uma maturidade emocional que o leva a percorrer todos os seus recursos criativos e interpretativos de uma forma verdadeira e autêntica, sem receios de exposição tal é a universalidade do que nos transmite.

“Vai Ficar Tudo Bem”, a primeira canção a ser conhecida, rapidamente atingiu o coração do público mas outras se seguirão: “Estou Mesmo a Chegar”, “Olhar Para Trás” ou “Bom Vento”, são algumas das sérias candidatas a concorrer com os temas mais emblemáticos da carreira de João Só como “A Marte”, “Até Ao Fim”, “É Para Ficar” ou “Sorte Grande” na lista dos mais cantados nas suas apresentações ao vivo.

“Até Que A Morte Nos Separe” confirma definitivamente João Só como um eleito na arte de fazer canções, as “nossas” canções.

O “bom rebelde” está de regresso. Ainda bem!

Leave a Reply