CRÓNICAS DO QUOTIDIANO – FREI BENTO, A CLÉRIGA E A GRÉCIA DO SYRIZA – por Mário de Oliveira

quotidiano1

A Europa está à beira de implodir. Este é o dia D. Sem ou com acordo com a Grécia do Syriza, estamos à beira de um prolongado inverno político na UE. Está tudo nas mãos da senhora Merkel, o golias bíblico em corpo de mulher. A predilecta filha do poder na UE. De nada adianta à Grécia ser a mãe do que de melhor há no pensamento europeu. O próprio cristianismo usa e abusa de Platão e Aristóteles. Sem a Grécia, não teria existido a Europa dos valores, hoje, em vias de extinção. Fascinada com o Dinheiro, de valores, já só conhece os da Bolsa. Até acontecer o governo do Syriza, todos os governos da UE foram vassalos de Merkel. O mais rastejante é o do PP-PC. Neste dramático contexto, surpreende que o meu amigo Frei Bento Domingues tenha insistido, na sua Crónica de ontem no PÚBLICO, no que titula de “Novos olhares sobre o casamento”. Conta, naquele tom humorístico que o carecteriza e que eu tanto aprecio, uma caricata cena vivida por ele, num casamento canónico a que presidiu numa aldeia deste nosso Portugal católico que desconhece por completo Jesus e o seu Evangelho. O pároco fez-se representar por uma clériga leiga, determinada em não autorizar casamento com missa, porque, de acordo com a velha catequese tridentina por que se rege, os noivos estavam em pecado mortal e cometeriam dois sacrilégios. Mas a surpresa maior vem do próprio frei que, a propósito, sublinha: “A senhora parece ignorar que a celebração dos sacramentos cristãos implica a presença pascal da acção de Cristo, que atinge todos os tempos e lugares. Deus e a sua graça não dependem dos sacramentos, pois se assim fosse, serviriam para limitar o alcance da acção do Espírito de Deus!” Pergunto: 1, O que é em concreto “a presença pascal da acção de Cristo”? 2, Se não depende dos sacramentos, para quê realizá-los?! 3, Como é que, depois de dois mil anos de overdoses de sacramentos, a Europa e o mundo estão hoje à beira do abismo? Não é então a prova provada de que o Cristo do cristianismo é o pai do neoliberalismo?!

22 Junho 2015

Leave a Reply