A EXPOSIÇÃO UNIVERSAL DE MILÃO 2015 – PENSAMENTO ÚNICO, POSTOS DE TURISMO E COZINHAS DO MUNDO – por PHILIPPE BERTHIER

Falareconomia1

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota

 

mapa itália

A exposição Universal de Milão 2015

Pensamento único, postos de turismo e cozinhas do mundo

Philippe Berthier,  L’EXPOSITION UNIVERSELLE DE MILAN 2015 – Pensée unique, maisons du tourisme et cuisines du monde

Revista Metamag, 1 de Setembro de 2015

exposição universal de milão - I

A Expo Mundial é este ano realizada na Europa, em Milão e está aberta até Outubro de 2015. Ela sucede as  outras   46  Expo’s que se realizaram desde 1851. Anteriormente, tratava-se de celebrar  o progresso industrial. A abertura a um número crescente de países, sem potencial de inovação conduz necessariamente  à criação de  pavilhões do tipo  ” organismos   de  turismo”. O tema deste ano “Alimentar o Planeta, Energia para o Futuro”, combinado com o pensamento único transformou este desvio em tendência geral.

exposição universal de milão - II

Uma tal exposição deveria  comemorar o sucesso de plantas geneticamente modificadas na sua  resistência à seca ou à recuperação da papaia de Havai.   A segunda parte do tema deveria  discutir os biocombustíveis de segunda e terceira geração, ou seja, aqueles que se obtêm  a partir da biomassa não alimentar (lignocelulósica ou algas). Para alimentar o mundo, seria necessário discutir as questões de conservação de alimentos, nenhum traço de tetrapack ou esterilização de alimentos por radiação

exposição universal de milão - III

No mundo da ecologia oficial, é doravante proibido evocar tudo isto. Os Estados Unidos dizem-se prontos a participar na  alimentação de um planeta de 9 mil milhões de habitantes pela investigação e a livre empresa, sem estar a detalhar muito sobre o tema. Belgas, Holandeses  e Israelitas tiveram êxito em se exprimirem em termos de  inovação neste quadro estreito do pensamento único: cultura hidropónica, criação de insectos, cultura de cogumelo, de arroz  sem água.

Países como a Angola e o Gabão puseram em evidência   os seus recursos em  terras aráveis, o Omã mostra uma notável capacidade de adaptação ao meio. Mas muito geralmente o tema não foi tratado. Marrocos não evoca as suas reservas de fosfatos, mas sim a sua cozinha.

A Coreia elogia o seu método de fermentação… em potes  de terra. O visitante vê-se levado a uma sala de vasos… cobertos de ecrãs planos. Os expositores fazem destes um largo uso, não somente como dispositivo mas sobretudo para emitirem  uma mensagem. O pavilhão da França resulta  do politicamente correcto: é necessário menos atirar menos coisas fora,  é necessário produzir melhor e é necessário comer em família à horas fixas, o que parece aliás parece bem  natural. Fala-se ainda de  joaninhas. Visivelmente a agricultura biológica não tem muitos instrumentos.

exposição universal de milão - IV

A exposição desenrola-se de parte e de  outra de uma aleaa coberta de 1,5 quilómetros de comprimento . Tendo em conta o tema, muito pavilhões são  construídos em madeira. Mesmo os países mais pobres têm direito à pavilhões estereotipados em ripas horizontais. A arquitectura dos pavilhões francês, russo  e chinês são  um sucesso; ao lado estes de últimos, os Neerlandeses demonstram o seu cinismo  colocando uma tenda na frente de um restaurante com efeito de estufa. Com efeito, a parte traseira de cada pavilhão termina  com um restaurante  onde o visitante após um caleidoscópio de imagens, pode provar pratos do país. Por conseguinte, acabou-se o culto do Progresso que Régis Debray detectava ainda na exposição de Sevilha. De Londres 1851 à Milão 2015, o que se tinha começado como parque científico terminou em feira dos sabores.

Philippe Berthier, revista  Metamag, L’EXPOSITION UNIVERSELLE DE MILAN 2015 Pensée unique, maisons du tourisme et cuisines du monde. Texto disponível em:

http://www.metamag.fr/imprimer-metamag-3141-L-EXPOSITION-UNIVERSELLE-DE-MILAN-2015-Pensee-unique-maisons-du-tourisme-et-cuisines-du-monde.html

Exposition universelle, Milan, jusqu’au 31 octobre 2015

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: