A QUATRO MÃOS – CASTILHO & CASTILHO – 13

4maos

 

11742715_1614119955522471_8573196108958127928_n

“Ó freguês, vai um tirinho?” Era assim que se ouvia na Feira Popular. E o freguês ia no desafio, dava uns tirinhos. Aliciado pela possibilidade de ganhar um bonequito, ou um cacareco, para oferecer à moça que o acompanhava, namorada ou já esposa, ou para alegrar os filhos.

Que isto de tiros era coisa mais para homens…

Seguiam-se as voltinhas nos carrosséis, os carrinhos de choque, a roda gigante…onde era preciso convencer os mais receosos que não havia perigo em nela se aventurarem. As namoradas agarravam-se com força, tendo, ou fingindo ter, medo de morrer.

Podemos ainda falar dos gritinhos que se ouviam no comboio fantasma, das sensações sinestésicas do inesperado, pela escuridão local, escuridão também ideal para se roubarem uns beijos.

E as farturas, o algodão doce, as pipocas…Uma tarde ou noite cheia de emoções.

Leave a Reply