DIA 23 DE NOVEMBRO, ÀS 19H, LANÇAMENTO DO INÉDITO DE FERNANDO ASSIS PACHECO, “BRONCO ANGEL, O COW-BOY ANALFABETO”, NO CENTRO GALEGO DE LISBOA

No dia 23 de Novembro Lançamento de «Bronco Angel, o cow-boy analfabeto», de Fernando Assis Pacheco, às 19h, no Centro Galego de Lisboa.

«Bronco Angel, o Cow-Boy Analfabeto» é uma novela humorística de Fernando Assis Pacheco até agora inédita. Esta edição, com fabulosas ilustrações originais de João Fazenda, dá início à publicação da obra de FAP na Tinta-da-china.

 200x300xassiss-200x300.jpg.pagespeed.ic.InxTPWqKRa

Edição e prefácio de Carlos Vaz Marques. Livro inédito de um dos nomes incontornáveis da literatura portuguesa contemporânea, mito do jornalismo em Portugal e pai fundador do humor da segunda metade do século XX.

Vinte anos após a morte de Fernando Assis Pacheco, a Tinta-da-china dá início à publicação da obra do poeta, cronista e jornalista português. O primeiro título é uma novela humorística escrita sob o pseudónimo William Faulkingway, com origem num folhetim publicado no jornal satírico Bisnau, na década de 1980. «Eu nasci de catorze meses, que é assim um bocadinho prematuro ao contrário, e foi por causa que a minha mãe não queria alcançar mas depois distraiu-se e o meu pai disse:‘Olha, se for rapariga chama-se Custódia’, mas nasci eu. Quando eu nasci, a parteira olhou muito para mim e exclamou: ‘Este moço é mais feio do que uma embalagem de fósforos de cozinha!’Isto são coisas que eu ouvi contar e não ligo, porque realmente se fosse a ligar emigrava mas era para o Alasca e nunca mais punha os pés em Crow Junction, ora essa. A parteira nem levou dinheiro pelo serviço, ficou cheia de pena. Diz-se que disse à madrinha:‘Mais valia ter nascido de sete meses, para vocês se irem habituando. Agora de catorze…’»

Centro Galego de Lisboa | Rua Julio Andrade, 3 | 1150-206 Lisboa

Leave a Reply