COMO UMA FOTOGRAFIA PODE SALVAR A VIDA DE CÃES A CAMINHO DA EUTANÁSIA: O PROJECTO “LANDFILL DOGS” por clara castilho

Shannon Johnstone é professora e fotógrafa da Carolina do Norte. Tem um projecto a que chamou “Landfill Dogs”. Através de fotografias que faz a cães indesejados, abandonados e em vias de serem abatidos, consegue que aguém os adopte. Com um sucesso de mais de 90%. De 127 a cães, 108 voltaram a ter uma casa onde foram acolhidos e, esperamos, felizes.

Bronco-808x500

O abrigo Wake County Animal recebe animais e trata deles tanto quanto possível. Até que chega uma altura em que tem que arranjar uma solução…E não tem havido outra solução para a superpopulação animal senão a euthanasia.

Reagindo contra isto, Shannon Johnstone começou por, em 2009, pôr a nu o processo de injeção letal, mostrando às pessoas o que acontece quando os animais não são adotados. Imagens cruas que não trazemos para aqui.

Passados estes anos, ela voltou ao assunto, mas desta vez por um ângulo diferente, mais positivo. Em vez de mostrar a desgraça e tristeza, ela quiz mostrar que os animais podem ser ajudados antes que fosse tarde demais.

shannon-johnstone-landfill-dogs-2

E é precisamente num aterro sanitário, onde os cães eram enterrados, que ela leva um cão, à vez, e o transforma numa “estrela”. E o aterro vai-se transformando num parque público.

Como parte deste processo fotográfico, cada cão vai fazer um passeio de carro, depois a pé, um momento que dura cerca de 2 horas de merecida atenção individual. Cada fotografia é um apelo desesperado por uma vida, oferecendo um rosto individual, capaz de captar a atenção de um possível adoptante.

1 Comment

  1. When I am creating my twitter market, i’d like my newsfeed to-be full of
    industry-related news and articles that I can retweet
    to people who will dsicover all of them interesting or helpful.

Leave a Reply