A CRIAÇÃO DE MOEDA, BANCA E CRISES: UMA OUTRA PERSPECTIVA – UMA NOVA SÉRIE SOBRE QUESTÕES DE ECONOMIA – 6. “SUPER MARIO” BAIXA A PRINCIPAL TAXA DIRECTORA DO BCE PARA 0%, por JEAN-BAPTISTE DUVAL

Falareconomia1

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota

france

“Super Mario”  baixa  a principal taxa directora do BCE para 0%

 Jean-Baptiste Duval | “Super Mario” abaisse le principal taux directeur de la BCE à 0%

HuffPost com AFP  | 10 de Março de 2016

Red Zero Percent
Red Zero Percent

FINANÇAS – O Banco Central Europeu (BCE) reduziu quinta-feira três taxas directoras, barómetros de crédito na zona do euro, levando a taxa central a  zero pela primeira vez na  sua história.

Esta taxa estava em  0,05% desde Setembro de 2014. A taxa de depósito, que se aplica a depósitos em dinheiro que os bancos fazem com o BCE de um dia para o outro, e que era de  -0,30% desde Dezembro, passa -0,40%, anunciou um porta-voz do BCE. A instituição também vai lançar em Junho um novo  e gigante  empréstimo de longo prazo para os bancos .

Surpreendida pela escala de medidas, a Bolsa de Paris continuou sua ascensão e subiu  mais de 3% no início da tarde. Mas a euforia foi de curta duração como o Cac 40 a fechar em baixa de  1,7%

A cotação do CAC  40

criação monetária - XLI

Deve ser dito que Mario Draghi deu a impressão de que o BCE já chegou ao  “máximo”  do que poderia fazer para relançar a inflação e o crescimento. Isso não impediu o presidente do Banco Central de  acrescentar  que poderia reduzir ainda mais as taxas de juro, se tal se revelar necessário. Tanto mais que o BCE reviu à  baixa a  sua previsão de crescimento e inflação para 2016 e 2017.

Em paralelo, o banco central irá reforçar a partir de enorme programa de recompra da dívida a partir de Abril, o “EQ” para “flexibilização quantitativa” através da recompra mensalmente de até 80 mil milhões de euros em títulos , contra 60 mil milhões até “agora, e até Março de 2017.

Dos efeitos da política de Draghi ainda se está à espera …

No total, são 240 mil milhões de euros a mais que  serão lançados  no circuito  financeiro. A gama de valores mobiliários elegíveis nas recompras de dívida foi ampliada para incluir obrigações emitidas por empresas da área do euro – com exclusão dos bancos. Um novo programa de empréstimo gigante para os bancos vem complementar o dispositivo.

Todas estas medidas vão além das expectativas do mercado, que esperavam somente um aumento de recompras  da dívida e a redução de uma das taxas de juros directoras, a dos  depósitos.

Depois de ter decepcionado os mercados pela primeira vez em Dezembro, enquanto que a sua credibilidade estava em jogo, o banco quis agora bater forte.  Até agora, os efeitos das ferramentas já utilizadas  ainda estão para serem vistos. Um ano depois de desencadeada a primeira estrutura de quantitative easing, a  inflação mostra-se com o valor de  -0,2% na zona euro, muito longe da meta dos  banqueiros centrais de uma subida dos  preços próxima dos e 2 %.

“Banqueiros,  emprestem,  emprestem, não  vos custa nada por isso , avancem então !”

A culpa da queda sem fim  dos preços do petróleo e uma retoma que tem estado sempre  lenta no Velho Continente, tem sido ofuscada esta retoma   pela desaceleração na China e dos países emergentes, incluindo o Brasil.

“A mensagem do governador do BCE é muito clara: ‘banqueiros, emprestem,  emprestem, não  vos custa nada por isso, avancem,  precisamos de vocês para apoiar a actividade na zona  euro” Diz Mael Bernier , director de comunicação de Meilleurtaux.com.

Os críticos desta nova medida não se fizeram esperar. “Isto é  o máximo que o BCE pode fazer, mas isto não é suficiente para levantar dúvidas sobre o impacto destas medidas”, disse Carsten Brzeski, economista do ING. Mais e mais observadores estão-se a  questionar  quanto à  capacidade do BCE para levar a que a inflação se volte a situar no seu alvo – e quanto à capacidade dos   bancos centrais de uma forma geral  de agirem r sobre a economia global.

Para Jonathan Loynes, de  Capital Economics, o banco central mostrou  “um leque de   medidas mais ousadas do que a maioria dos observadores esperava.” “O BCE finalmente cumpriu as suas promessas”, saúda ele  “, mas o BCE  não pode fazer milagres.”

Jean-Baptiste Duval, Huffigtonpost,   “Super Mario” abaisse le principal taux directeur de la BCE à 0%. Texto disponível em :

http://www.huffingtonpost.fr/2016/03/10/taux-bce-draghi-banque-emprunt-finance_n_9426034.html

Leave a Reply