BRASIL – ISTO É – BLASTINGNEWS.TV – FILHA DE DILMA TEM 8 CARROS E 16 SEGURANÇAS À DISPOSIÇÃO E VIRA ‘PAULA GASOLINA ROUSSEFF’ – UMA NOTA DE JÚLIO MARQUES MOTA

Brasil - 250px-Br-map

 

Filha de Dilma tem 8 carros e 16 seguranças à disposição e vira ‘Paula Gasolina Rousseff

regalias-dadas-a-filha-de-dilma-causam-indignacao_789839

Nas redes sociais, as pessoas estão indignadas pelo fato da filha de Dilma Rousseff contar com tamanha regalia.

Regalias dadas à filha de Dilma causam indignação

 

A “IstoÉ” flagrou a filha da presidente afastada, Paula Rousseff, utilizando um dos veículos do governo que é pago com o dinheiro dos brasileiros, indo a compromissos pessoais. A filha de Dilma Rousseff estava com o marido, Rafael Covolo, e bem cedo eles saíram para os compromissos particulares do dia, como cabeleireiro, fazer compras no supermercado, academia, clínica de estética, pet shop, almoçaram e ainda levaram o filho à escola e tudo isso utilizando carro oficial.

Na reportagem divulgada pela “IstoÉ”, é citado que Paula Rousseff deveria ser como qualquer outro cidadão brasileiro e arcar com suas despesas pessoais, mas ela vem se beneficiando de uma grande mordomia, bancada pelo dinheiro público, pois conta com um carro oficial, blindado e ainda conta com direito a motorista e até seguranças que, em um Ford Fusion, acompanhava a família da filha de Dilma por todo lugar que eles iam.

Ao todo, são 8 carros oficiais e blindados e 16 funcionários públicos, entre motoristas e seguranças, à disposição de Paula Rousseff. Toda essa despesa está sendo paga pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, ou seja, é o contribuinte brasileiro que vem bancando tudo isso.

A “IstoÉ” acompanhou a filha de Dilma durante vários dias e flagrou os veículos oficiais chegando ao condomínio Vila de Leon, na cidade de Porto Alegre, que é o local onde Paula mora. Estes veículos a levaram, juntamente com o marido e filho, para compromissos particulares no dia a dia.

No dia 12 de julho, última terça-feira, os veículos oficiais chegaram ao condomínio para levar o genro de Dilma, juntamente com um de seus filhos, à escola e depois retornou com Rafael até sua residência.

De acordo com a “IstoÉ”, as placas dos veículos são:
•IVF – 3267;
•IVG – 1376;
•IUF – 3085;

Consultadas no site do DETRAN, estas placas aparecem como “inexistentes”, uma vez que os veículos são “carros oficiais”.

No Twitter, um dos assuntos mais comentados é “PAULA ‘GASOLINA’ ROUSSEFF”, onde os usuários comentam sobre a filha de Dilma Rousseff ter tantos carros e funcionários a sua disposição.

Ver em:

http://www.terra.com.br/istoeonline/

http://br.blastingnews.com/brasil/2016/07/filha-de-dilma-tem-8-carros-e-16-segurancas-a-disposicao-e-vira-paula-gasolina-rousseff-001018649.html

***

A NOTA DE JÚLIO MARQUES NOTA

Dois dos meus amigos do blog A Viagem dos Argonautas enviaram-me esta informação para eu ler.

A informação aí está. Mas interrogo-me se é um texto  relevante neste contexto político nacional e internacional que o Brasil atravessa. Não me parece, mas isto é apenas a minha opinião.

Com efeito, a filha de Dilma tem utilizado carros do Estado. Em qualquer país do mundo os filhos do Presidente têm proteção especial e porque é  a filha de Dilma a não  deve ter?  Um abuso no número de carros? O princípio será condenável mas também aqui não sei se não será uma questão de segurança. Se não se trata objetivamente de uma questão de segurança, diremos que se trata de utilização abusiva dos dinheiros públicos. Se se trata de uma questão de segurança, seguramente não se estará a falar de excessos, e portanto condenáveis? Mas estas são a regra no Brasil. Sinceramente não quero branquear nada nem ninguém. Interrogo-me apenas.

Sei apenas que o facto se imputa à filha da Presidente, de uma Presidente sujeita a um forte processo de erosão política  e suspensa de funções por uma razão que levada à letra levaria a que praticamente todos os Presidentes ou chefes de governo do mundo teriam de ser destituídos: um tratamento ligeiro para melhorar as contas públicas! De corrupção seriamente ninguém a acusa, que eu saiba. De que a esquerda a pode acusar é de ter governado mal, ou de ter cedido às pressões da direita ou até de se assumir como a imagem da esquerda neoliberal! Disto a Europa está cheia, de gente de esquerda que governa com os quadros mentais da direita.

No caso do Brasil, a desbunda de corrupção aí está e claramente ao nível do não imaginável. Mas comparativamente, então, o caso agora apontado representa pura e simplesmente alfinetes. Será que a imprensa quer que nos preocupamos com alfinetes e assim se deixa passar os elefantes corruptos?

Mas sejamos sinceros. É estranho que uma revista destaque um jornalista ou mesmo mais gente para seguir a filha da Presidente durante três dias quando o Brasil sofre de um enorme défice de informação – formação de que os media têm uma grande quota-parte de responsabilidade. É tão estranho para que eu não se possa ser levado a pensar que empolar a notícia é exatamente o pretendido pela direita. Isto é do meu ponto de vista tanto mais questionável quando ainda agora se assiste, por exemplo, a uma enorme manipulação promovida pela imprensa de que o povo brasileiro quer na Presidência o senhor Temer, um homem que garantidamente não tem as qualidades de Dilma e quanto aos defeitos seria comparar os alfinetes, a Dilma, com a dimensão de muitos  elefantes, o senhor Temer.

Como assinalava recentemente um jornal:

No fim de abril, a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) publicou seu ranking anual de liberdade de imprensa e o Brasil caiu para a 104ª posição, em parte devido à “propriedade dos meios de comunicação continuar concentrada nas mãos de famílias dominantes vinculadas à classe política”. Mais especificamente, o grupo observou que “de forma pouco velada, a mídia nacional dominante encorajou o povo a ajudar a derrubar a Presidente Dilma Rousseff” e “os jornalistas que trabalham nesses grupos midiáticos estão evidentemente sujeitos à influência de interesses privados e partidários, e esses conflitos de interesse permanentes são obviamente prejudiciais à qualidade do jornalismo produzido”.

Face à imprensa “oficial” pessoalmente, sugiro aos leitores que sigam a série sobre o Brasil que temos vindo a editar e pensem também que que acabamos de escrever face ao problema dos alfinetes que neste texto é levantado.

Boa leitura

1 Comment

  1. Independentemente dos erros da presidente Dilma, a notícia sobre a filha tem todo o ar de estar bem na linha do golpe de Estado que foi a sua destituição.

Leave a Reply