UNICEPE – LANÇAMENTO de “DO MEDO À ESPERANÇA”, de RAQUEL VARELA e ANTÓNIO COIMBRA DE MATOS – AMANHÃ, SÁBADO, 5 de NOVEMBRO, às 15.30 – Praça CARLOS ALBERTO, 128 – A – PORTO

convite-do-medo-a-esperanca_porto-jpg-zip

 

convite-do-medo-a-esperanca_porto-ii

Sinopse

Um encontro inesperado: uma historiadora social, do trabalho, dos movimentos sociais, da revolução Portuguesa, e o pai da psicanálise em Portugal, o psiquiatra António Coimbra de Matos, escrevem a 4 mãos um livro sobre o medo, ou, melhor dizendo, sobre como vencer o medo, social e individual.

Como reconstruir uma sociedade participativa sem que o coletivo esmague o individuo, como ser livre sem ser individualista. Do nosso bairro à história do país, das nossas relações afetivas ao que queremos para o futuro.

Um livro que se lê sem parar, como uma longa conversa entre dois espíritos inconformados, dois sonhadores realistas que acreditam no futuro de Portugal.

 

Raquel Varela é historiadora e investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, onde coordena o Grupo de Estudos do Trabalho e dos Conflitos Sociais e investigadora do Instituto Internacional de História Social, Amesterdão. É coordenadora do projeto História das Relações Laborais no Mundo Lusófono. É doutora em História Política e Institucional (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa). É Presidente da International Association Strikes and Social Conflicts. É vice coordenadora da Rede de Estudos do Trabalho, do Movimento Operário e dos Movimentos Sociais em Portugal.

 

António Coimbra de Matos nasceu em Galafura (Trás-os-Montes) a 20 de dezembro de 1929. Psiquiatra, Pedopsiquiatra e Psicanalista, Professor na Faculdade de Psicologia de Lisboa e no ISPA por mais de três décadas. Em 2012, foi-lhe atribuído o título de Doutor Honoris Causa pelo ISPA. Diretor e Presidente de várias instituições e associações científicas, nomeadamente do Centro de Saúde Mental Infantil e Juvenil de Lisboa, da Sociedade Portuguesa de Psicanálise, Sociedade Portuguesa de Psicossomática e da Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica. Autor de vasta obra científica, ganhou vários prémios e, em 2012, foi galardoado com o «Distinguished Psychoanalytic Educator Award» do International Forum for Psychoanalytic Education. A 10 de junho de 2013, o Presidente da República, atribuiu-lhe o grau de Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública.

 

João Luis Barreto Guimarães nasceu no Porto, a 3 de Junho de 1967. Vive em Leça da Palmeira. Tem uma filha. É licenciado em Medicina e Cirurgia pela Universidade do Porto, especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia. Publicou o primeiro livro de poemas Há Violinos na Tribo, em 1989, a que se seguiram Rua Trinta e Um de Fevereiro (1991), Este Lado para Cima (1994), Lugares Comuns (2000), 3 (poesia 1987-1994), em 2001, Rés-do-Chão (2003), Luz Última (2006) e A Parte pelo Todo (2009). Poesia Reunida aproxima os sete livros que constituem a sua obra editada até 2011. Seguiram-se Você está aqui (2013) e o mais recente Mediterrâneo (2016).

 

Mais atividades em www.unicepe.pt

Traz outro amigo também!

Cordiais saudações cooperativistas,

Rui Vaz Pinto
Presidente da Direção
UNICEPE – Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto, CRL –
No 53º ano de atividade
Medalha de mérito, grau ouro, da Câmara Municipal do Porto, 2014

Praça de Carlos Alberto, 128-A
4050-159 PORTO
Telefone (351) 222 056 660
Unicepe@net.novis.pt

Leave a Reply