No Teatro Nacional de São Carlos dias 10, 11 e 13 de Novembro 2016 Ópera | OEDIPUS REX

No Teatro Nacional de São Carlos dias 10 e 11 às 2o:00 e 13 de Novembro às 16:00

transf

OEDIPUS REX
Igor Stravinsky (1882-1971)

Libreto
Jean Cocteau/Abade Jean Daniélou

Stravinsky compôs a ópera-oratória Oedipus Rex para celebrar os 20 anos de atividade artística de Diaghilev. O texto, escreveu-o Jean Cocteau, confiando-o posteriormente ao seu amigo e abade Jean Daniélou, que o reverteu para latim. Estreada em 1927 no Teatro Sarah Bernhardt, e não sendo uma das obras mais conhecidas de Stravinsky, contudo uma das mais importantes, Oedipus Rex alicerça-se numa simplicidade sonora onde os intervenientes da tragédia de Sófocles se movem quase hipnoticamente, dando a impressão de estátuas vivas tal como pretendido pelo compositor. A natureza ritualística do drama é enunciada pelo speaker, assumindo-se o coro como um dos atores que comenta segundo os cânones da tragédia grega as contrariedades do jovem Édipo que, ao desvendar o enigma da temível esfinge às portas de Tebas, viria a transformar-se no mais humano e pungente dos mitos.

Oedipus
Nikolai Schukoff

Jocaste
Cátia Moreso

Créon/Tirésias
Davone Tines

O mensageiro/Narrador
João Merino

O pastor
Marco Alves dos Santos

Encenação
Ricardo Pais

Cenografia e Figurinos
António Lagarto

Desenho de Luz
Rui Pedro Simão

Direção Musical
Leo Hussain

CORO DO TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS
Maestro titular Giovanni Andreoli

ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA
Maestrina titular Joana Carneiro

Produção
Nova Produção TNSC

M/6

Bilhetes 10,00 a 40,00 €

Leave a Reply