SINAIS DE FOGO – O ULRICH TAMBÉM AGUENTA! – por Soares Novais

sinais de fogo

Agora, o Dr. Ulrich já não se senta ao centro da mesa para falar aos jornalistas. O “patrão” do BPI, que ficou tristemente célebre quando disse “ai, aguenta, aguenta!”, foi chutado pelos catalães do CaixaBank. Resta-lhe o posto de presidente não executivo, que é assim uma espécie de presidente corta-fitas. Ao estilo do contra-almirante Américo Tomaz.

Foi na última quarta-feira que se ficou a saber que os novos donos do banco tinham colocado o Dr. Ulrich numa prateleira dourada. Assim, Ulrich continua por lá. Por conveniência dos patrões catalães. Tal qual acontece com Artur Santos Silva, ideólogo e fundador do banco, que passa a ser presidente honorário e a liderar um novo órgão: Comissão do Conselho de Administração que se anuncia dedicada à Responsabilidade Social.

Ou seja, o Dr. Ulrich já não risca nada de maior. Foi encostado. Por muito que alguns queiram fazer passar a ideia de que foi Ulrich a querer deixar as funções executivas.

Pela imagem que vendeu ao público permito-me duvidar. Não me parece ser homem de abdicar do comando. E, por exemplo, dedicar-se à Vela como o seu amigo e ex-vice Dr. Domingues – aquele que agora anda por aí a tornar públicas cartas privadas.

Ulrich não aguentou mais este combate. Já perdera frente a Isabel dos Santos. Teve de aguentá-la como sócia e depois viu-a abrir as portas ao CaixaBank quando lhe vendeu as suas acções. Acresce: Isabel dos Santos é, agora, a maior accionista do Banco de Fomento de Angola, que foi a jóia da coroa do “seu” BPI.

É a vida, Dr. Ulrich! Tal qual diz o povo a quem afrontou com o seu insultuoso “ai, aguenta, aguenta!”. Foi o seu mundo da finança que destruiu a vida de milhares de pessoas. Aquelas que perderam os seus postos de trabalho, as suas casas, e viram os seus filhos e netos partir para a emigração.

O “seu” BPI morreu. Agora é uma filial CaixaBank. Por via das regras impostas pela Europa, promissora comunidade, onde só os podres de ricos sobrevivem. Manda quem pode, obedece quem deve!

Certo é que o dr. Ulrich continuará a ser um quadro muito bem pago. Um funcionário CaixaBank que não figurará entre os 900 que serão convidados a ir para casa. Pelo menos no imediato.

Aguente Ulrich! É o remédio!

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: