CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – CAVACOS DE PEQUENO E GRANDE PORTE

contos2 (2)

 

5-a

 

É espantoso como tantos (até a Direita) continuam a insistir no mesmo ponto.

Nos programas televisivos, género “Eixo do mal” ou em esclarecidos artigos de opinião escritos por alguma imprensa, por exemplo, há uma insistência de alguns nossos pretensos intelectuais em salientar que devemos ter cuidado, que devemos mazé levar a sério o Trump, que ele não é nenhum imbecil nem nenhum estúpido, apenas inventado para ser eternamente parodiado pelas pessoas e pelo resto do mundo, em geral.

Não. Ele não é só isso, evidentemente. Até é Presidente dos States.

Mas continua a ser uma irritante mania, esta  –  já o disse e volto a repetir  –  de que os maus tenham sempre de ser inteligentes,  insidiosos,  cultos, intuitivos, eficazes.

Não é verdade. Porque embora precisem, evidentemente – esses gajos, todo esse tipo de trumps – de outros tipos, já existentes ou a existir, inteligentes, insidiosos, cultos, intuitivos e eficazes, para os ajudarem como conselheiros de estado, etc., nada os impede de continuarem a ser umas bestas, uns imbecis incultos e boçais, em quem muitas das vezes o povo se revê e acaba por votar, graças ainda ao dinheiro e às máquinas eleitorais que os precedem e apoiam. Nada os impede, a essas bestaças, que com o Poder usufruído ou a usufruir pelas (essas, sim) bestaças que neles votaram – nada os impede de desatarem a mandar, a assinar, a promulgar ou a legislar, indiscriminada e discricionariamente.

Há os idiotas e os há perigosos idiotas – caso deste surreal presidente americano, pleno de Poder e imbuído e embriagado por esse mesmo Poder, que ele supõe universal.

Por cá e a uma outra escala – mais mansa, discreta, mais campesina, bucólica e paroquial – temos um ex-idiota a escrever livros de seiscentas páginas, cheias de actas e descrições absurdas e certamente chatérrimas, sobre coisa nenhuma, isto é, sobre quintas ultrapassadas feiras a que ninguém nunca ligou pevide nem a História registará.

(Nem nunca ninguém se irá dar ao trabalho de as ler. Quando muito um aqui e um ali, em diagonal, para depois poder falar, comentar, aplaudir…

Mas o mais absolutamente triste e grave – para mim e com certeza para mais alguma ainda pensante gente – é a mesquinhez, a maldadezinha, a má linguazinha, a raiva e o mau feitio, a indignidade e a falta de carácter de uma tal personagem. Que mesmo sem a truculência e a franja loiraça do outro, se apraz e satisfaz, vingativo e vil, em trazer para a plateia e para a geral uma série de conversas mais ou menos pessoais com o seu então primeiro ministro. Irritante personagem essa ainda por cima, que quanto a mim – e com certeza para mais alguma, muita e ainda pensante gente – não vale sequer que sobre ele se escreva, seja lá o que for. Não presta, enfim. Deitado fora que foi (pela política em geral e correligionários em particular) ainda continuará a pretender protagonismo.

Menti-vos. O mais absolutamente triste e grave não é afinal o horroroso calhamaço, pleno de prévio bafio, que aquele pobre ex-coisa nenhuma decidiu publicar. O mais absolutamente triste e grave é ver uma sala cheia de pomposa circunstância, gravatário e engraxadas carecas qb, saber de prefácios encomendados e tontos, ouvir discursos doentios, abaixo de um comum lugar

O mais absolutamente triste e grave é que havia por ali povo, muito povo (*) a palmatear e a pedir autógrafos.

Carlos

(*) É assim que se diz, não é? Pelo menos era assim que se relatava, no antigamente.  E não continuamos nós no antigamente?

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: