MORREU BAPTISTA-BASTOS

(1934 – 2017)

 

Com 83 anos,  morreu hoje Baptista-Bastos, há várias semanas internado no Hospital de Santa Maria. Desaparece assim, uma das mais carismáticas figuras do nosso jornalismo e da nossa literatura. Armando Baptista-Bastos nasceu em Lisboa  em 27 de Fevereiro de 1934. Foi aluno do Liceu Francês Charles Lepièrre e da Escola de Artes Decorativas António Arroio. Entre 1965 e 1988 foi colaborador assíduo do vespertino «Diário Popular» (tendo antes trabalhado no matutino «O Século». A sua pergunta, formulada com a voz rouca que o tornava inconfundível – Onde é que estavas no 25 de Abril? ficou para a históriaFoi colaborador da SIC. Da sua obra de ficcionista destacamos “O Secreto Adeus” (1963), “Cão Velho entre Flores” (1974), “O Cavalo a Tinta da China” (1995), “A Colina de Cristal” (2000) e “No Interior da Tua Ausência” (2002). Aliás, como escritor venceu diversos prémios, como o Prémio Literário Município de Lisboa, em 1987, pelo romance “A Colina de Cristal”, e também, em 1988, o Prémio P.E.N. Clube Português de Ficção. Em 2002, recebeu o Prémio da Crítica do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários, com  “No Interior da Tua Ausência”. Foi um dos escritores mais premiados e com a sua morte perde-se um dos valores mais notórios da arte de escrever em bom português. À família e aos amigos de Baptista-Bastos, apresentamos as mais sentidas condolências.

 

One comment

  1. Desaparece um homem bom. R.I.P.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: