CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – DESCUBRA AS DIFERENÇAS

 

 

Tenho a teoria de que mesmo os piores bandidos da política, os gangsters e os alarves ultra-reaccionários que o povo costuma eleger, feliz e confiante, não têm necessariamente de ser inteligentes nem cultos.

Dizem e fazem asneiras e imbecilidades tout court, são quase humanos afinal, é verdade. Mas para além daquela obsessão marxista-leninista de que tudo o que fazem e dizem, é apenas o capitalismo, são apenas e sempre os interesses económicos de classe, acima de tudo e mais alguma coisa (e são sim senhor, são sim senhor, senhores desconfiados e obcecados de Esquerda, tendes toda a razão) nada os impede de serem broncos. Incultos. Alarves. De não saberem do que se passa à sua volta, seja o que se passa no contenente, seja o que se passa no resto do mundo  –  conforme a dimensão, a importância ou a maior ou menor projecção universal de cada um daqueles anormais.

Basta-lhes ter Poder. O Poder que os honrados cidadãos lhes conferem, encantados. Têm às vezes tipos espertos, cultos e inteligentes ali por perto para os aconselharem, os mais poderosos têm exércitos prontos a estragar ou a escangalhar o que lhes apetecer, em nome de qualquer bacorada mas fazem normalmente o que querem e lhes apetece – com ou sem os tais bem pagos conselheiros que os acolitam.

Outra minha teoria é a de que estes tipos usam sempre expressões mais ou menos autoritárias que eles próprios criam e inventam, de propósito para que se pense que são uns indivíduos cheios de imensas capacidades, plenos de uma personalidade forte, vigorosa e carismática.

(Confesso ter havido uma excepção. Trata-se de um antigo presidente de um pequeno e periférico país, de cujo nome não me lembro – nem do próprio nem do país – que contrariamente a esta teoria que desenvolvi, concebia e dizia as piores e mais graves asneiras e imbecilidades, quase sempre com a mesma cara inexpressiva, o semblante compacto e seco, o olhar fixo, a lembrar antigos manequins de lojas de bairro. Às vezes sorria, o que ainda era pior, pelo que as mães aproveitavam logo para mandar os putos para a cama).

 

Descobri por puro acaso e en passant estas fotografias dispersas e anódinas, suponho que de antigos actores de cinema, não sei, não tenho a plena certeza mas que talvez pudessem ilustrar (mesmo sem ninguém saber quem eles são) esta minha mais recente teoria. Ora vejam. E raciocinem. E concluam.

carlos

 

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

One comment

  1. Maria de sa

    [image: Imagem intercalada 1]Excelente ….adorei-Maria

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: