Trickle down ou trickle up eis a questão. E qual tem sido a opção? Parte II – 11 Compreender os ETFs alavancados e inversos. Por ETF guide

Uma nova série sobre as novas tempestades que se vislumbram já no horizonte

Imagem 2 Trickle-Down CADILLAC

 Seleção e tradução de Júlio Marques Mota

Parte II – 11 Compreender os ETFs alavancados e inversos  

Por ETF guide Trickle down ETF com

 

ETFs alavancados e inversos são uma tentativa de ampliar os seus ganhos e fornecer o desempenho do mercado inverso relativamente a diversos índices de ações, obrigações e matérias primas numa base diária. Porque eles visam alcançar resultados de investimento que geralmente visam os retornos diários dos seus índices de referência subjacentes, eles são provavelmente mais adequados para os investidores com um horizonte de tempo de investimento de curto prazo. Uma vez que os ETFs alavancados e inversos são concebidos principalmente para obter retornos diários, o seu desempenho de longo prazo é suscetível de se desviar do desempenho de longo prazo dos seus respetivos índices subjacentes.

Vamos analisar um exemplo de como funciona o desempenho dos ETFs alavancados e inversos.

Na Figura 1, vamos supor que o leitor investe $1000 em dois ETFs diferentes: um ETF alavancado triplo e um ETF triplo inverso. Suponha que o índice subjacente aumenta 5% num só dia. Após o encerramento do mercado, o ETF alavancado triplo ganhou 15%, enquanto o ETF triplo inverso perdeu 15%. Ambos os tipos de ETFs tiveram um desempenho de acordo com a forma como foram concebidos.

FIGURA 1: Encerramento do mercado no dia 1

Valor inicial Retorno de desempenho no dia 1 Valor no final do dia 1 Retorno de desempenho Total
Index Value 100 +5% 105 +5%
ETF 3x alavancado $1.000 +15% $1.150 +15%
ETF 3xInverso Alavancado $1.000 -15% $850 -15%

Conforme ilustrado na Figura 2 (veja abaixo), vamos supor que o índice diminua no valor em 5% no dia seguinte. Durante todo o período de dois dias o índice perdeu 0,25%. No entanto, o desempenho para ambos os ETFs alavancados ao longo do mesmo período de dois dias originou perdas muito maiores, ou seja, de 17,25% negativos e 2,25% negativos. Este exemplo ilustra como os retornos dos ETFs alavancados são muito mais exagerados e dramáticos do que s verificados nos seus índices subjacentes. Além disso, durante longos períodos de tempo o desempenho dos fundos é suscetível de se desviar de seus índices de referência subjacentes devido ao efeito composto das taxas praticadas pelo fundo, a volatilidade do índice e o erro de rastreamento.

 

FIGURA 2: Fecho do Mercado no dia 2

Valor inicial dia 2 Retorno de desempenho no dia 2 Valor no final do dia 2 Retorno de desempenho Total nos 2 Dias
Valor do Indice 105 -5% 99.75 -0.25%
ETF 3x alavancado $1.150 -15% $977.50 -17.25%
ETF 3x Inverso Alavancado $850 +15% $977.50 -2.25%

Vamos assumir o mesmo padrão de ganhos (5% positivo um dia e seguido de 5% negativos no dia seguinte) num período de 30 dias consecutivos. No final de 30 dias, o índice perdeu 3,69%. Curiosamente, enquanto ambos os ETFs alavancados em posição longa e alavancados inversos ou curtos têm objetivos diários simétricos, ambos terminam o período de 30 dias com a mesma perda de 28,92%.

FIGURA 3: Fecho do Mercado após 30 dias

  Valor inicial dia 1 Valor final no dia 30 Retorno de desempenho Total em 30 Dias
Valor do Indice 100 96.31 -3.69%
ETF 3xAlavancado $1.000 $710.81 -28.92%
ETF 3x inverso Alavancado $1.000 $710.81 -28.92%

 

Que papel, se é que há aqui um papel, deve o ETF alavancado e curto desempenhar na carteira de títulos do leitor? É uma boa ideia considerar os seguintes as seguintes três questões antes de decidir se estes ETFs especializados são corretos ou errados para o leitor.

O horizonte temporal do leitor

Se o leitor tem um horizonte de tempo de investimento muito curto de apenas alguns dias, então os ETFs alavancados e ETFs inversos podem ser os instrumentos adequados para o leitor. Isso porque o objetivo de investimento de praticamente todos os ETFs alavancados e curtos é alcançarem resultados de curto prazo de investimento que correspondem ao desempenho diário inverso ou ampliado diariamente dos respetivos índices.

Por exemplo, o Direxion Daily Emerging Markets Bull 3x Shares (EDC) pretende alcançar três vezes o desempenho diário do respetivo índice subjacente, o índice de mercados emergentes MSCI. Se este valor de referência em particular aumenta em 1% num determinado dia, EDC tenta obter um ganho de 3%. Se as ações dos mercados emergentes diminuírem 1% num determinado dia, a EDC deverá cair 3%.

Os investidores que querem apostar nos ganhos de longo prazo ou nas perdas de uma determinada classe de ativos ou setor da indústria provavelmente não devem utilizar ETFs diários alavancadas e inversos. É simplesmente assim. Há já analistas e especialistas em engenharia financeira a trabalharem na criação de ETFs que tentam obter retornos de desempenho ampliados em períodos de tempo mais longos, não apenas em termos de rendimentos diários. A próxima iteração desses fundos pode ser mais adequada para os investidores que têm um horizonte de tempo intermediário.

O seu nível de tolerância ao risco

Uma avaliação cuidadosa da sua própria disposição ou capacidade de tolerar o risco é crucial para o sucesso do seu investimento. O leitor deveria fazer isso antes de investir dinheiro, não depois. A sua idade, o seu rendimento e o seu mix de investimento atual são apenas alguns pontos a considerar. Uma vez que tenha uma resposta satisfatória, poderá então tomar decisões informadas quanto ao investimento. Se está a pensar em investir em ETFs alavancados e inversos ou já os tem em carteira , será que já pensou bem no que tem em mãos?

Os objetivos do seu investimento

Todos os investimentos que decida comprar devem sempre ser compatíveis com as suas principais metas de investimento. Se o leitor é um investidor orientado pelo rendimento, por exemplo, faria pouco sentido se a grande maioria dos seus investimentos consistem em investimentos de crescimento que produzem pouco ou nenhum rendimento.

Certifique-se sempre de que os investimentos dentro da sua carteira correspondem às suas metas. Isso é verdade para qualquer tipo de investimento, alavancados e ETFs inversos incluídos.

Considerações fiscais

Embora a maioria dos ETFs limite a quantidade de distribuições de ganhos em taxas, há exceções. Ao longo dos últimos anos, vários ETFs alavancados e inversos tinham distribuições de ganhos em taxas registadas o que apanhou alguns investidores de surpresa. Num determinado ano, um ETF alavancado teve uma distribuição de ganhos de capital de curto prazo que foi de 86% do valor patrimonial líquido do fundo!

Uma vez que os valores subjacentes dentro dos ETFs alavancados e inversos são opções, contratos de futuros e swaps, em vez de ações individuais ou títulos, o processo de resgate em espécie não funciona para criar os mesmos resultados fiscais eficientes como os ETFs convencionais. Por exemplo, se um ETF curto é redimido, a empresa do fundo é forçada a liquidar alguns dos derivados subjacentes para levantar dinheiro para poder pagar a saída de investidores. Isso é suscetível de resultar num ganho de distribuição fiscal ou perda para os investidores do ETF remanescente que mantêm o fundo.

Normalmente, a maioria dos promotores de ETF irá distribuir os seus ganhos em taxas anuais ou perdas durante o quarto trimestre de cada ano. Enquanto algumas empresas podem anunciar a distribuição relativamente às taxas de tributação com algumas semanas de antecedência, outros podem apenas fazê-lo com alguns dias de antecedência. Fiquem alerta! Se se espera que um determinado ETF tenha uma grande responsabilidade em taxas a pagar e o leitor já possua a sua conta fiscal, pode ser aconselhável vender a posição no fundo pouco antes da data de distribuição. Por outro lado, se está a pensar comprar um ETF com uma responsabilidade de imposto grande pendente, pode ser do seu melhor interesse atrasar a compra em posições sobre o fundo até depois da data do registo da distribuição.

Conclusão

Geralmente, os ETFs alavancados e inversos fazem bem em monitorizar os seus índices quando os mercados caminham numa dada direção (alta ou baixa) por um curto período de tempo. No entanto, durante tempos voláteis ou evolução de mercados dentro dos limites de um intervalo, o desempenho de ETFs alavancados tende a desviar-se significativamente dos índices subjacentes, especialmente durante períodos de tempo mais longos.

O leitor deve examinar todo o espectro de fatores-chave, juntamente com a sua própria situação financeira antes de se convencer de que os ETFs alavancados e inversos são ou não são uma boa opção para os objetivos pretendidos.

 

Texto em https://etfguide.com/understanding-leveraged-and-short-etfs/

 

 

 

Leave a Reply