HÉLDER MATEUS DA COSTA – MIL CARAS DO FASCISMO

Mil caras do fascismo
Como é que esta gente aparece, se oculta, reaparece, e assim acontece?
Porque têm alguns princípios – a que eles chamam valores – que costumam funcionar.
O culto da tradição, dizem que são “Conservadores” – boa palavra, tem uma patine snob e monárquica…
São contra qualquer modernismo, têm medo da diferença e do ” Outro”, estão sempre a inventar o “inimigo”, são nacionalistas que usam a guerra para criar o “espaço vital”, machistas mas sedutores da valsa do baile das donzelas, têm como alvo essencial e prioritário as classes médias frustradas – o tal medo de ser pobre ou – pior- voltar a ser pobre, dominam o reino da cunha, do bluff, da subserviência e sua irmã gémea a arrogância.
E andam por aí impunemente usando também o crime e o genocídio bem protegidos com atrasos e prescrições de falsas justiças.
Essa mancha internacional faz lembrar os anos 30 com a vitoriosa cavalgada dos Siegfried da “peste castanha”.
Mas desta vez , refinaram. Berlusconi, Trump, Bolsonaro, são símbolos Top dos diferentes caminhos para o renascimento da Fénix Nazi. E têm muitos assessores que vão por bom caminho.
Mas também têm piada. Pelo menos, cá em casa.
Recordo com saudade aquele auto-colante
EU SOU da AD, EU TRABALHO!

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: