CASA DA ACHADA – CICLO DE CINEMA – À VOLTA DOS FILMES DE PETER NESTLER

 

Ciclo de cinema
À volta dos filmes de Peter Nestler

 

Peter Nestler é um cineasta alemão que nasceu mesmo antes da Segunda Guerra Mundial. Fez mais de 50 filmes entre 1962 e 2009.Os primeiros foram rodados na Alemanha onde vivia na altura. Sem recursos para fazer filmes por lá, partiu para a Suécia – país de origem da sua mãe – e aí continuou a trabalhar para a televisão sueca. Peter Nestler trabalhou quase sempre sozinho, por vezes com a sua mulher ou só com um operador de câmara. Apesar da maior parte dos seus filmes ter sido produzida para a televisão sueca,alguns estão desaparecidos, outros nunca foram exibidos (recusados depois determinados), são todos quase impossíveis de encontrar.

Em Portugal, só foram mostrados 8 filmes na Cinemateca Portuguesa em 2011, e agora queremos mostrar o seu trabalho na Casada Achada.

Nos seus filmes, Nestler concentra-se naquilo que homens e mulheres podem viver de normal, de belo e também de terrível. Plano a plano, ele dá a ver um lugar e os seus habitantes e, para além disso, propõe uma reflexão sobre o poder e sobre a História recontando (ou devolvendo os testemunhos) momentos de sofrimento, de opressão e de injustiça. Mesmo diante da mais violenta expressão de dominação, ele faz tudo para que o mais pequeno indício de resistência possa ainda ser visto.

Ainda que os seus filmes tenham sido produzidos e classificados como documentários, ele relembra-nos frequentemente que não existe diferença entre estes e as ficções. É isso que propomos ver nas sessões em que juntamos os seus filmes com um filme de Jean Renoir, de Fritz Lang, De Dziga Vertov e ainda de outros cineastas…

Peter Nestler estará presente nos dias 14, 15, 21 e 22. Todos os filmes são legendados em português. Projecções em vídeo.

Sexta-feira, 14 de Dezembro, 21h

Mülheim (Ruhr)
de Peter Nestler,em colaboração com Reinald Schnell (1964, 14’)
Nestler percorre as ruas duma aldeia da região do Ruhr à procura de momentos reveladores dum lugar onde passado e presente estão lado a lado.

Rheinstrom (A corrente do Reno)
de Peter Nestler, em colaboração com Reinald Schnell (1965, 13’)
Importante via de transporte para o comércio industrial mundial, o Reno carrega as matérias primas de uma grande comunidade de habitantes. Nestler filma a actividade permanente desta região alemã, com as barcaças e as suas cargas que vão passando sem parar.

Kino Pravda n.º 19
de Dziga Vertov(1924, 18’)
Número 19 do diário filmado pela equipa de Vertov, aproximando rostos diferentes da Rússia soviética, ligando cidade e campo, norte e sul, verão e inverno, camponesas e operários, mostrando também a emancipação da mulher na URSS.

Zigeuner sein / Attvara zigenare (Sercigano)
de Peter Nestler,em colaboração com Zsóka Nestler (1970, 47’)
O extermínio dos Ciganos pelo regime nazi quase não era reconhecida no momento em que Peter Nestler realizou este filme para a televisão sueca. O filme começa por lembrar que há séculos os Rom eram nómadas porque eram sempre excluídos das cidades e aldeias. Testemunhos relatam as violências sofridas nos campos de concentração por alguns sobreviventes e as dificuldades para sobreviver depois,na Alemanha e na Áustria : a insalubridade dos acampamentos, os órfãos errantes quando não estão presos, a procura de próximos desaparecidos, o reconhecimento de prejuízos da parte Estado que no entanto não dá qualquer indemnização. Acaba por ser a história de uma perseguição acirrada, que leva a uma pergunta: como é que isto pode continuar ainda, depois de tudo os que os Rom já sofreram?

Sábado, 15 de Dezembro, 21h

Tod un Teufel (A morte e o diabo)

de Peter Nestler (2009, 55′)

Nestler abre os arquivos das expedições coloniais que pertenciam ao seu defunto avô, o conde Eric Von Rosen, grande aristocrata sueco, viajante e etnógrafo próximo do Partido Nacional-Socialista alemão quando foi criado mas que dele se afasta no princípio da 2.ª Guerra.

Das Testament des Dr. Mabuse (OTestamento do Dr. Mabuse)
de Fritz Lang(1933, 122’)O comissário Karl Lohmann investiga uma série de crimes misteriosos cometidos uns atrás dos outros na cidade. As suas investigações levam-nos a um hospital psiquiátrico onde está encarcerado o Dr Mabuse, um psiquiatra e hipnotizador capaz de manipulações à distância graças à potência do seu espírito. Último filme alemão de Fritz Lang antes da 2.ª Guerra Mundial,proibido por Goebbels, Ministro da Educação do Povo e da Propaganda do Partido Nacional-Socialista já no poder.

About joaompmachado

Nome completo: João Manuel Pacheco Machado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: