A GALIZA COMO TAREFA – conjugando futuros – Ernesto V. Souza

Na última Assembleia da AGAL (Associaçom Galega da Língua) foi anunciado o lançamento do projeto do completo conjugador verbal que complementa o não menos completo Dicionário Estraviz.

conjugar

O popular e-estraviz, versão eletrônica, atualizada e mais completa do clássico dicionário da língua galega elaborado durante décadas pelo professor e acadêmico Isaac Alonso Estraviz, proa e tarefa do movimento reintegracionista, conta desde este mês com o conjugador verbal mais completo de toda a Lusofonia.

isaac_alonso_estraviz_640

Isaac Alonso Estraviz (Vila Seca, 1935)

O trabalho realizado entre várias áreas da Associaçom Galega da Língua (AGAL), nomeadamente a Comissom Linguística, coordenada por Joseph Ghanime e Eduardo Maragoto, e a Área Informática, coordenada por Vítor Garabana e Antom Meilám.

O dicionário, que já era o que mais entradas possuía dentre os galegos (137.700), conta desde ontem com a possibilidade de conjugar todos os verbos (19.191), incluídos alguns praticamente desconhecidos no resto do espaço lusófono (p. ex. acougar ou ceivar).

Conteúdos

Em cada verbo, será possível encontrar:

a) Todos os verbos conjugados na sua forma normal sem pronome (p. ex. acenar).

b) Todos os verbos transitivos conjugados com um pronome de complemento direto (p. ex. comerter).

c) Os verbos apenas pronominais conjugados na sua forma reflexa (autogerir).

Informações para a Galiza

Em cada verbo, para além da forma conjugada comum a toda a Lusofonia, que aparece do lado esquerdo de cor azul clara, também será mostrada, quando existir, outra forma de uso principal ou exclusivamente galego, em azul-marinho.

Por exemplo, para o verbo cantar, na segunda pessoa do plural do Presente do Indicativo, ao lado da forma comum à Lusofonia cantais, aparecerá cantades, em azul mais escuro. A escolha destas formas galegas assenta na obra da AGAL Ortografia Galega Moderna Confluente com o Português no Mundo, editada em 2017.

De forma semelhante, também consta o timbre que possuem na as vogais e ou o (abertas ou fechadas), quer sejam átonas quer tónicas, nomeadamente na Galiza. No entanto, estas informações fonéticas também podem ser usadas em grande parte por outros cidadãos lusófonos, já que é coincidente na maioria dos casos.

Período de provas

O conjugador do Dicionário Estraviz encontra-se em período de provas, ainda que já completamente aberto aos utilizadores e utilizadoras. Nos próximos meses, a AGAL implementará ou responderá às sugestões de melhoria recebidas. Passado o período de provas, o conjugador do dicionário Estraviz será lançado num evento público.

Dicionário Estraviz

O Dicionário Estraviz na rede é propriedade da AGAL (Associaçom Galega da Língua), da Academia Galega da Língua Portuguesa (AGLP) e da Fundaçom Meendinho. As três entidades, junto com o próprio autor do dicionário, Isaac Alonso Estraviz, e outras autoridades linguísticas do reintegracionismo, como Carlos Durão ou José-Martinho Montero Santalha, participaram a rever as provas do conjugador.

Passem e experimentem:

Conjugar no e-estraviz

 

One comment

  1. Abanhos

    Muito boa ferramenta

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: