Crise financeira no horizonte. Parte I – Rebentam as primeiras bombas que sinalizam a vinda da próxima crise: 1. Os Dados do Problema – 1.4. Geração ROBINHOOD: Como a aplicação de negociação condicionou utilizadores inexperientes a jogarem obsessivamente no mercado. Por Vicky Ge Huang e Carter Johnson

Logo tipo de WallStreetBets, um sítio subreddit, área de interesse criada pelos utilizadores onde são organizadas discussões na Reddit, um site de agregação de notícias sociais, classificação de conteúdos web e de discussão.

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota

Parte I – Rebentam as primeiras bombas que sinalizam a vinda da próxima crise

 

1. Os Dados do Problema

1.4. Geração ROBINHOOD: Como a aplicação de negociação condicionou utilizadores inexperientes a jogarem obsessivamente no mercado

 

Por Vicky Ge Huang e Carter Johnson

Publicado por em 08/02/2021 (GENERATION ROBINHOOD: How the trading app conditioned inexperienced users to obsessively play the market, original aqui)

 

Robinhood ajudou a introduzir toda uma nova geração nas operações em bolsa. Robinhood; Samantha Lee/Insider

 

– Por todas as indicações, Robinhood tornou-se a aplicação de investimento para principiantes operadores de retalho em bolsa.

– O seu design elegante, características cintilantes e interface simples atraíram 13 milhões de utilizadores desde 2013.

 

James Orellana estava à mesa durante a pandemia quando decidiu experimentar utilizar a plataforma Robinhood.

O estudante de 26 anos da Universidade Rutgers queria aprender a investir na bolsa de valores, mas não fazia ideia por onde começar. Então alguém que ele conhecia recomendou-LHE Robinhood como uma aplicação fácil de usar, boa para investidores principiantes.

Orellana depositou $100 na sua conta a 29 de Abril e comprou a sua primeira acção – uma única acção da Exxon Mobil – por $45,80 a 1 de Maio.

“Quando comecei, estava a olhar para todos estes números e terminologia que não compreendia”, disse ele. “E lembro-me de dizer a mim próprio que um dia, se continuar a olhar para esta aplicação durante horas e dias, acabarei por aprender o que não sei. Foi exatamente isso que aconteceu”.

Nos nove meses desde essa primeira transação tem desfrutado dos altos e baixos que acompanham o jogo no mercado. Ganhou 7.000 dólares em ações comerciais da Workhorse, um fabricante de veículos de entrega eletrónica e utilitários que viu um pico massivo na cotação das suas ações durante a pandemia, e da Palantir Technologies, a empresa tecnológica secreta que se tornou pública em Setembro. Mas também perdeu “muito dinheiro” em opções de compra na Boeing, disse ele.

Robinhood, cofundador Vlad Tenev. Noam Galai/Getty Imagens para TechCrunch

Ao longo desta aprendizagem, Orellana aprendeu outra coisa. Robinhood não é apenas informativo – é também incrivelmente viciante. Como muitas aplicações, foi especificamente concebido para manter os utilizadores viciados num interminável ciclo de reação e recompensa.

Nos seus primeiros oito meses em Robinhood, de acordo com a recapitulação de fim de ano fornecida na aplicação, Orellana fez 528 transações. São três transações por dia para cada dia em que o mercado estava aberto desde a sua primeira compra.

Mas ainda mais revelador é o número de vezes que Orellana fez um “toque” na Robinhood para verificar os seus investimentos. Ele usou a app 5.993 vezes – cerca de 25 vezes por dia – para verificar o preço das ações da Tesla, uma ação que comprou em Junho.

Este elevado nível de envolvimento do cliente deve-se em grande parte ao design elegante e à experiência de Robinhood. Desde a obtenção de um título gratuito para subscrição até à receção de um shot de confetti digital quando uma transação é feita, as funcionalidades da aplicação vão muito longe para levar os utilizadores a comprar e vender a um ritmo frenético.

O poder da aplicação para movimentar mercados tem estado muito em evidência nas últimas semanas como um exército de operadores de retalho em bolsa, muitos dos quais utilizam Robinhood, acumularam títulos como GameStop e AMC Theaters, levando as cotações a subir até alturas vertiginosas. A volatilidade tornou-se tão intensa que Robinhood foi forçado a colocar restrições em alguns títulos, uma vez que trabalhava para satisfazer os novos requisitos de margem estabelecidos pela sua câmara de compensação.

Eis três gráficos que mostram como esta semana foi louca para Robinhood:

 

 

A aplicação visa tornar a negociação fácil e divertida por uma razão simples: Quanto mais utilizadores negociarem, mais dinheiro Robinhood ganha. O modelo de negócio do arranque, de facto, baseia-se em grande parte no que é conhecido como pagamento por fluxo de ordens (PFOF) – tomando as ordens de compra e venda que os utilizadores colocam e vendendo-as diretamente a grandes empresas de operação em bolsa. Em suma, Robinhood faz o seu dinheiro como muitas outras empresas do Sillicon Valley – atraindo utilizadores para a sua aplicação com serviços gratuitos, cobrando depois a outros pelo acesso a esses utilizadores.

Isso dá a Robinhood um incentivo financeiro incorporado para encorajar mais transações. No quarto trimestre de 2020, de acordo com os dados recolhidos por Piper Sandler dos registos regulamentares, a empresa emergente recebeu mais de $221 milhões em PFOF de ações e opções. Embora a empresa não divulgue os seus detalhes financeiros, esse fluxo de dinheiro é um dos seus principais motores de receitas e essencial para a sua avaliação global de 11,7 mil milhões de dólares.

Robinhood, entretanto, está à frente nos seus esforços para tornar a negociação tão fácil e agradável quanto possível.

“Concebemos Robinhood para ser utilizado primeiro no móvel e para ser intuitivo, com o objetivo de tornar o investimento mais familiar e menos assustador para toda uma geração de pessoas anteriormente afastadas do sistema financeiro”, disse um porta-voz a Insider. “O nosso foco sempre foi quebrar as barreiras sistémicas ao investimento para ajudar mais pessoas a assumir o controlo das suas finanças”.

Há um problema, porém, com a aplicação de tais técnicas para simplificar a negociação em bolsa sobre acções: Robinhood não é um jogo, mas sim um corretor-broker-dealer. A 16 de Dezembro, os reguladores de Massachusetts apresentaram uma queixa contra Robinhood, alegando em parte que a empresa tinha utilizado “estratégias como dar à aplicação a aparência de um jogo para encorajar e atrair o uso contínuo e repetitivo da sua aplicação de negociação em bolsa.”.

A queixa chamou a atenção para as celebrações de confetis da Robinhood quando as ordens de negociação em bolsa eram submetidas, bem como uma promoção que a empresa iniciou, em que os utilizadores utilizavam continuamente um cartão de débito virtual na aplicação para melhorar a sua posição numa lista de espera para a sua funcionalidade de gestão de dinheiro.

Alegou também que a empresa não conseguiu controlar e proteger os utilizadores inexperientes, como exigido pelas normas estatais. Um operador de retalho em bolsa “sem experiência de investimento”, diz-se na queixa, fez “mais de 12.700 transações em seis meses”.

Um porta-voz de Robinhood contestou as alegações da queixa e disse que a empresa emergente pretendia defender-se “vigorosamente”. Mas de acordo com importantes académicos, advogados e peritos da indústria entrevistados pela Insider, a queixa em Massachusetts pode representar apenas a primeira de uma onda de ações reguladoras sobre até onde é permitido a aplicações como Robinhood ir na sua busca para atrair utilizadores inexperientes e encorajá-los a negociar ações a níveis frenéticos.

“É um novo tipo de caso, mas muito mais sensível para a psicologia humana, a utilização destas aplicações”, disse Talia Gillis, professora associada da Faculdade de Direito de Columbia, que estuda o comportamento dos consumidores e a regulação financeira, ao Insider. “Temos formas muito mais subtis, de acordo com a queixa, que os consumidores estão a ser aconselhados ou empurrados em certas direções”.

 

“Um forte mecanismo de jogo”

Robinhood faz parte da indústria emergente conhecida como tecnologia financeira, ou fintech, que procura atingir uma miríade de maneiras que Wall Street tem tradicionalmente utilizado, empregando as inovações de Sillicon Valley. A negociação em bolsa é um dos melhores exemplos disso, uma vez que o recente aumento das acções GameStop não teria sido possível sem os 13 milhões de utilizadores que Robinhood atraiu desde a sua fundação em 2013 com a sua experiência de negociação em bolsa sem comissões e a sua simplificação processual de negociação em linha.

Grande parte dos utilizadores de Robinhood, que tendem a ser mais jovens do que os utilizadores dos corretores tradicionais, cresceu utilizando smartphones e como utilizadores inexperientes esperam que as experiências por telemóvel sejam fáceis, divertidas, e cativantes. A empresa tem captado essa multidão com o seu design, da mesma forma que as modernas aplicações de encontros de amizade foram construídas para uma geração mais jovem, disse Niloofar Abolfathi, professora de negócios na Universidade Nacional de Singapura, a Insider.

Abolfathi está a investigar como é que a ascensão de Robinhood espelha a trajetória de Tinder. Ambas as aplicações, disse a Insider, têm sido bem sucedidas na criação de uma base de clientes inteiramente nova para os seus serviços, em vez de subverterem uma já existente.

“Ambas as aplicações conheciam o seu segmento alvo”, disse ela. “E conceberam a aplicação de uma forma que é apelativa para esse segmento”.

Os utilizadores aprenderam em primeira mão como é fácil – e viciante – negociar com Robinhood.

Os novos utilizadores de Robinhood são presenteados com a oferta de um título gratuito ao descarregar a aplicação Robinhood.

Hermann Peterscheck, um gestor de fundos de cobertura de risco em Gualala, Califórnia, descarregou Robinhood em Dezembro para descobrir do que se tratava dado o que se falava à volta da aplicação. Inscrever-se, descobriu ele, demorou apenas cinco minutos. Os novos utilizadores precisam de submeter apenas algumas informações pessoais – incluindo a sua cidadania, número de Segurança Social, emprego e carta de condução – e depois preencher uma única página com perguntas sobre a sua experiência de investimento (desde “nenhuma” até “sou um especialista”).

Peterscheck – que trabalhou anteriormente como criador de jogos na Riot Games, a empresa por detrás de um dos mais populares jogos de vídeo, “League of Legends” – disse a Insider que também ficou impressionado com a forma como Robinhood empregava diferentes técnicas para conduzir a negociação em bolsa.

Para começar, Robinhood deu-lhe um título da indústria farmacêutica gratuito – OPKO Saúde – simplesmente por se inscrever. Tais presentes, disse ele, eram “um forte mecanismo de jogo”, estabelecendo um sistema de recompensas para os comportamentos desejados.

Robinhood também recompensa os utilizadores com ações gratuitas por cada novo utilizador que trazem, aprofundando ainda mais o seu envolvimento e relação com a aplicação. A promoção, realçada por um botão no canto superior direito do ecrã de entrada do utilizador, oferece uma “oportunidade de 100% de obter um título gratuito” no valor de até $500 e “convites ilimitados”.

“Se eu lhe der algo grátis, sente-se obrigado a fazer algo por mim”, disse Peterscheck. “E depois esta ideia de que se eu partilhar convosco, ambos recebemos algo grátis, isso é apenas um enorme coeficiente viral”.

Enquanto que as ações gratuitas foram tomadas por Peterscheck como uma estratégia inteligente para aumentar o envolvimento com a firma e aumentar a viralidade, a função “raspa e descobre” – através da qual os utilizadores de Robinhood descobrem que ações lhes foram oferecidas da mesma forma que descobririam um número de lotaria – tornou-se-lhe “desconfortável”, disse ele.

Navegar no aplicativo também é bastante fácil. Os utilizadores de Robinhood podem alternar entre gráficos de linha e de barras com o clique de um polegar, pairar sobre um único ponto no tempo para localizar o preço de uma ação e a alteração percentual durante um período de tempo escolhido e observar um pequeno círculo a pingar verde ou vermelho periodicamente quando o preço da ação muda.

Quando os utilizadores querem negociar opções, são-lhes apresentados gráficos de linhas a subir e a descer e uma mensagem com a indicação “Acho que está a subir” ou “Acho que está a descer”. A seleção da primeira, por exemplo, levará os utilizadores a uma página onde podem colocar uma ordem para uma opção de compra e selecionar datas de expiração e preços de exercício.

As cores brilhantes e o elevado contraste da aplicação, juntamente com o seu uso simplificado de números e tipos de letras, criam uma sensação de experiência agradável para os utilizadores, disse Peterscheck. Globalmente, Robinhood tem a melhor interface de utilizador e design de experiência agradável face a qualquer outra aplicação de investimento que já viu, tornando-a a “melhor e mais rápida plataforma para começar a investir”, acrescentou ele.

 

Mais negociação em bolsa significa mais dinheiro

O esforço que Robinhood faz para manter os clientes envolvidos – desde gráficos vistosos até um design intuitivo e notificações de estímulo omnipresentes quando o preço de uma ação dá um passo significativo – é largamente motivado pelo seu modelo de negócio. Ao confiar tão fortemente na PFOF, a empresa apostou diretamente no sucesso financeiro da sua capacidade de conduzir a negociação em bolsa.

“A indústria financeira tem sobretudo a ver com os custos de transação que recebe, de alguma forma”, disse Peterscheck. “Uma plataforma de negociação não beneficia muito se se jogar uma vez, se colocar todo o seu dinheiro num fundo de índice, e depois nunca mais voltar a jogar”.

Não é apenas uma questão de manter os utilizadores a negociar. Os tipos de transacções também são importantes. A estrutura de taxas de Robinhood para PFOF foi concebida para dar à empresa uma percentagem fixa da diferença entre compra e venda de uma ação. Isto significa que Robinhood recebe mais por ordens de clientes em ações que têm spreads mais largos e são menos negociadas.

A aplicação Robihood também sugere títulos semelhantes ao que os utilizadores estão a ver. Robinhood

As opções também podem ir buscar mais dinheiro. Mais de metade das receitas do PFOF de Robinhood no quarto trimestre – $142 milhões – vieram das opções. Também vão buscar um preço mais elevado por ação ($0,0062) do que as obrigações ($0,0023).

E Robinhood não se coíbe de deixar os seus clientes saberem que a negociação de opções é, bem, é uma opção. Se os utilizadores responderem à pergunta inicial sobre a sua experiência de investimento com “Eu sei o que estou a fazer” ou “Sou um especialista”, serão redirecionados para uma página que lhes pergunta se querem inscrever-se na negociação de opções. E os utilizadores que não estejam aprovados para colocar ordens de opções quando abrirem as suas contas podem qualificar-se para o fazer simplesmente negociando uma certa quantidade de ações em dinheiro.

O processo de aprovação é algo que chamou a atenção dos reguladores em Massachusetts. De acordo com a queixa aí apresentada, “aproximadamente 68% dos clientes de Massachusetts aprovados para a negociação em opções na plataforma Robinhood foram identificados como tendo pouca ou nula experiência de investimento”.

O PFOF é comum na indústria financeira. TD Ameritrade, E-Trade, e Charles Schwab, entre outros, todos recebem pagamento pelos seus fluxos. Mas a falta de transparência de Robinhood sobre o seu modelo empresarial colocou-o no centro das atenções da Securities and Exchange Commission. Em Dezembro, a empresa concordou em pagar uma multa de 65 milhões de dólares cobrada pela SEC porque não revelou adequadamente aos utilizadores que Robinhood ganha dinheiro através do pagamento do fluxo de ordens recebidas.

A empresa tem agora uma página no seu blogue que descreve como ganha dinheiro e que inclui uma descrição do pagamento pelos fluxos de ordens recebidas PFOF. Os fluxos de receitas adicionais provêm do seu serviço de subscrição premium, empréstimo de títulos, e taxas de intercâmbio da sua oferta de gestão de dinheiro.

Com certeza, os corretores online tradicionais há muito que utilizam ferramentas como anúncios televisivos ou a investigação sobre ações a preço reduzido ou mesmo gratuito para encorajar os seus clientes a continuarem a negociar. A inovação de Robinhood foi simplesmente a de atualizar essas técnicas para um público móvel – e aumentar a negociação a uma escala com que as corretoras tradicionais podiam apenas sonhar.

Peterscheck lembra-se dos anos 90, quando corretoras como a E-trade e a TD Ameritrade faziam anúncios comerciais “encorajando as pessoas a negociar diariamente – que qualquer um o pode fazer, que se pode enriquecer fazendo-o, que é muito melhor do que ir trabalhar”, disse-nos ele. “Como: Todos aqueles idiotas que estão apenas a trabalhar das 9 às 17, não sejam assim, como eles. Fique  em casa, negoceie na bolsa diariamente, pode ficar rico. É o mesmo tipo de jogo”, acrescentou ele, referindo-se à sua avaliação do sentimento dos comerciais.

 

Aplicação Gamificada ou Reativa?

De acordo com especialistas, a Robinhood teve sucesso porque a sua aplicação está diretamente ligada à maneira como os seus utilizadores pensam e sentem.

“Isso é feito de muitas maneiras diferentes”, disse Jan Plass, professor da Universidade de Nova York que estuda ciência cognitiva e tecnologia digital educacional, ao Insider. “É baseado numa compreensão profunda da psicologia humana e, especialmente, do público-alvo que você está obtendo.”

Para Plass, que também é usuário do Robinhood, a aplicação não é tanto “gamificada” quanto “reativa”. Uma aplicação responsiva, acrescentou, é aquele projetada para ser mais agradável de usar por meio da sua atratividade visual e capacidade de antecipar e se adaptar às necessidades dos utilizadores.

Mas enquanto Plass não tem nenhum problema de ordem ética sobre a funcionalidade fácil de usar do Robinhood, chamando-lhe “um ótimo recurso”, ele levanta problemas com a falta de ferramentas educacionais para novos investidores.

Plass comparou isso à construção de um escorrega para crianças que cai ladeira abaixo num lago. Descer o escorrega pode ser uma experiência divertida, mas um perigo aguarda quem quer que mergulhe.

“Uma vez que se orientem as pessoas para que sejam capazes de executar uma determinada tarefa, é necessário ser responsável como empresa sobre que tarefas são essas”, disse ele. “Isso é algo que quando você pensa sobre isso, está logo a culpar qualquer site, gamificado ou não, por fazer isso.”

Mas enquanto alguns especialistas e reguladores criticaram a abordagem da Robinhood para atrair e reter clientes, muitos utilizadores da aplicação disseram ao Insider que não tinham problemas com isso – mesmo depois do frenesi da GameStop.

Sunny Goklani, um analista de 33 anos de uma empresa de consultoria de energia na Filadélfia, começou a usar o Robinhood em 2015. Ele está ciente da reclamação apresentada contra a empresa em Massachusetts, mas não culpa Robinhood por haver pessoas que possam utilizar indevidamente a aplicação.

A aplicação de Robinhood também inclui uma lista das suas ações mais populares. Robinhood

“É como culpar uma plataforma dos media sociais por deixar você viciado”, disse ele ao Insider. “Bem, então há um vazio na sua vida que você precisa preencher de alguma forma. Se há um problema de vício, então há um problema diferente a ser abordado, mas não é o problema de Robinhood.”

Spencer Ong, que trabalha em pesquisa clínica na Virgínia, atribuiu a Robinhood a oportunidade de entrar no mundo de alto risco e alta recompensa das negociações de opções.

Apesar de ter feito 823 negociações no Robinhood no ano passado – e verificar a ação Tesla 3.812 vezes – Ong disse que não sentia que os recursos e notificações da aplicação o encorajassem a negociar mais. Um “apoiante e utilizador orgulhoso da aplicação”, ele citou os serviços gratuitos fornecidos pela empresa, incluindo um boletim informativo que fornece um resumo das principais histórias de negócios do dia, como prova do empenho da Robinhood em educar os utilizadores.

Jasir Jilani, um estudante de mestrado da Columbia Business School que dirige um grupo de bate-papo Discord que fornece pesquisa e análises sobre operações em bolsa, elogiou Robinhood por ajudar a educar investidores jovens e inexperientes que ainda são adolescentes. “Isso aumenta a sua educação financeira, pelo menos em termos dos seus esforços de investimento pessoal”, disse ele ao Insider.

Ele disse que o ambiente de mercado eufórico, mais do que a adesão à aplicação é o que está a impulsionar o envolvimento na Robinhood. Mas ele reconheceu que uma compreensão mais profunda do que faz os mercados moverem-se – além de notícias ou rumores – nem sempre foi considerada pelos novos utilizadores em busca de grandes retornos.

“Compreender a análise técnica de um gráfico ou de todos esses tipos de coisas perde-se na tradução, especialmente para os novos operadores de Robinhood”, disse ele.

Em vez disso, muitos utilizadores acabam por andar a procurar o desempenho dos títulos, disse ele.

“Essa é a parte que me assusta”, acrescentou Jilani.

 

Investir para aprender ou aprender a investir

Mas nem todos estão assim tão convencidos com Robinhood. Kayla Kilbride, uma influenciadora do TikTok de 24 anos, tem colocado posts em termos de conteúdo de investimento para os seus mais de 77.000 seguidores com o nome de usuário RobinhoodKid desde o início da pandemia. Embora ela goste do formato do tipo media-social da aplicação, ela preocupa-se com a forma como o formato é projetado – incluindo ações a piscarem em verde e vermelho – pode levar investidores inexperientes a tomar decisões precipitadas, disse ela ao Insider.

A falta de ferramentas da aplicação, acrescentou ela, exacerba a sua tendência de levar os investidores, inclusive ela, a negociarem emocionalmente. Os seus gráficos de barras luminosos, um gráfico financeiro comumente usado para indicar movimentos de preços e indicadores-chave, como a relação cotação /rendimento gerado de uma ação e rendimento em dividendos, estavam “totalmente ausentes”, disse ela.

“Sem indicadores e sem gráficos para ler, examinar ou confirmar, as transações que estamos a fazer são baseadas nas cores que estamos a ver “, disse ela. “E a maneira de fazer um novo investidor comprar é mostrá-los verde e mostrá-los vermelho. Eles vão saltar para fora”.

Por fim, disse ela, o que torna a aplicação tão bem-sucedida é também o que a torna tão perigosa: “Robinhood tornou-se um lugar onde é muito fácil para mim negociar – e muito fácil para eu tomar decisões de modo emocional. “

___________________

Os autores:

 Vicky Ge Huang é uma repórter de investimento sénior da Business Insider. Antes de se juntar ao BI, ela cobriu as indústrias de gestão de riqueza e activos dos EUA para AdvisorHub e Citywire USA. Anteriormente, cobriu o sector da tecnologia, meios de comunicação e telecomunicações para The Street e The Deal, bem como notícias de última hora para The Associated Press. É licenciada em jornalismo pela Escola de Jornalismo da Universidade de Columbia em Maio de 2016.

 Carter Johnson, é um repórter da equipa financeira da Business Insider que cobre a banca de consumo e as financeiras utilizadoras das novas tecnologias (fintech). Antes da Business Insider, Carter trabalhou na Bloomberg News e no comércio de divisas. É licenciado e mestre em jornalismo pela Escola de Jornalismo da Universidade de Columbia.

 

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply