PALCO 90 – VILANCETES PARA ESTE NATAL – por Roberto Merino

 

 

Quinta Junge, sector Agua de las Niñas, entre los años 1910/1920. Historia Arquitectónica de Concepción.

 

Entonces Me Voy Volando

Violeta Parra (*)

 

 

 

Vilancete – Gil Vicente

 

O VILANCETE – É um tipo especial de glosa (composição poética que desenvolve um mote), a qual consiste num desdobramento de um mote em tantas estrofes (voltas) quantos são os versos do mote. No vilancete o mote é um terceto, em que rimam o segundo e o terceiro versos; as voltas são duas e repetem esses versos:

https://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/3664467

Forma poética comum na Península Ibérica, na época da Renascença[1]. Os vilancetes podiam também ser adaptados para música: muitos compositores ibéricos dos séculos XV e XVI, como Juan del Encina ou o português Pedro de Escobar compuseram vilancetes musicais. Em Portugal vilancete aparece pela primeira vez no Cancioneiro Geral, antologia poética de Garcia de Resende (1516).

Para ouvir:

https://youtu.be/ipy9eCSSFJM

 

 

 

Leave a Reply