STÉPHANE MALLARMÉ, “O TÚMULO DE EDGAR POE” – a tradução de HELENA BARBAS

1809 – 1849

 

(1842 – 1898)

 

 

 

 

Fui buscar este poema de Mallarmé, em honra de Edgar Allan Poe, a Poética (Textos Teóricos) Edgar Allan Poe – Tradução, introdução, cronologia  e notas de Helena Barbas, do Serviço de Educação e Bolsas da Fundação Calouste Gulbenkian (2004). À Fundação Gulbenkian e a Helena Barbas, muito obrigado.

Leave a Reply