Posts Tagged: dueto ao vivo

Música ao Romper da Aurora – Samba Pa Ti

“Samba Pa Ti” é um instrumental escrito por Carlos Santana, um conhecido multi-instrumentista e compositor mexicano. Santana tornou-se famoso na década de 1960 com a banda “Santana Blues Band”, conhecida posteriormente apenas como “Santana”, mais precisamente com a sua atuação

Música ao Romper da Aurora – Samba Pa Ti

“Samba Pa Ti” é um instrumental escrito por Carlos Santana, um conhecido multi-instrumentista e compositor mexicano. Santana tornou-se famoso na década de 1960 com a banda “Santana Blues Band”, conhecida posteriormente apenas como “Santana”, mais precisamente com a sua atuação

Música ao Romper da Aurora – Sarai Qui

“Sarai Qui” é uma canção da autoria de Diane Warren, Michelangelo e Romano Musamarra incluída no álbum “Dedicated” de Alessandro Safina, gravado em 2007. Esta versão é um dueto ao vivo do tenor italiano Safina com a soprano Sarah Brightman.

Música ao Romper da Aurora – Sarai Qui

“Sarai Qui” é uma canção da autoria de Diane Warren, Michelangelo e Romano Musamarra incluída no álbum “Dedicated” de Alessandro Safina, gravado em 2007. Esta versão é um dueto ao vivo do tenor italiano Safina com a soprano Sarah Brightman.

Música ao Romper da Aurora – Ne Me Quitte Pas

“Ne Me Quitte Pas” é uma canção composta, escrita e interpretada pelo cantor e compositor belga Jacques Brel, publicada em 1959. Nolween Leroy (cantora, compositora e multi-instrumentista francesa) interpreta em dueto com Roberto Alagna (tenor) o tema “Ne Me Quitte

Música ao Romper da Aurora – Ne Me Quitte Pas

“Ne Me Quitte Pas” é uma canção composta, escrita e interpretada pelo cantor e compositor belga Jacques Brel, publicada em 1959. Nolween Leroy (cantora, compositora e multi-instrumentista francesa) interpreta em dueto com Roberto Alagna (tenor) o tema “Ne Me Quitte

Música ao Romper da Aurora – Tens os Olhos de Deus

“Tens os Olhos de Deus” é uma canção com letra e música de Pedro Abrunhosa, que faz parte do álbum “Moura” gravado em 2015 pela fadista. Esta interpretação é um dueto de Ana Moura e Pedro Abrunhosa ao vivo na

Música ao Romper da Aurora – Tens os Olhos de Deus

“Tens os Olhos de Deus” é uma canção com letra e música de Pedro Abrunhosa, que faz parte do álbum “Moura” gravado em 2015 pela fadista. Esta interpretação é um dueto de Ana Moura e Pedro Abrunhosa ao vivo na

Música ao Romper da Aurora – Cielito Lindo

“Cielito lindo” é uma canção “rancheira”, um género musical popular e folclórico do México, escrita por Quirino Mendoza y Cortés em 1882. Já foi regravada por diversos artistas. Esta versão é um dueto de Luciano Pavarotti com Enrique Iglesias com

Música ao Romper da Aurora – Cielito Lindo

“Cielito lindo” é uma canção “rancheira”, um género musical popular e folclórico do México, escrita por Quirino Mendoza y Cortés em 1882. Já foi regravada por diversos artistas. Esta versão é um dueto de Luciano Pavarotti com Enrique Iglesias com

Música ao Romper da Aurora – Ave Maria (Pietro Mascagni)

Sissel Kyrkjebo & Plácido Domingo interpretam em dueto a “Ave Maria” de Pietro Mascagni, que faz parte da sua ópera de um ato, intitulada “Cavalleria Rusticana”. Estreou-se no Teatro Costanzi em Roma dia 17 de maio de 1893. Sissel, a

Música ao Romper da Aurora – Ave Maria (Pietro Mascagni)

Sissel Kyrkjebo & Plácido Domingo interpretam em dueto a “Ave Maria” de Pietro Mascagni, que faz parte da sua ópera de um ato, intitulada “Cavalleria Rusticana”. Estreou-se no Teatro Costanzi em Roma dia 17 de maio de 1893. Sissel, a

Música ao Romper da Aurora – Come What May

“Come What May” é uma canção da autoria de David Baerwald e Kevin Gilbert que se tornou mais conhecida como um tema de amor romântico do filme “Moulin Rouge” realizado por Baz Luhrmann em 2001. Esta interpretação é um dueto

Música ao Romper da Aurora – Come What May

“Come What May” é uma canção da autoria de David Baerwald e Kevin Gilbert que se tornou mais conhecida como um tema de amor romântico do filme “Moulin Rouge” realizado por Baz Luhrmann em 2001. Esta interpretação é um dueto

Música ao Romper da Aurora – The Phantom of the Opera

“The Phantom of the Opera” é a canção de abertura do musical com o mesmo nome. Foi composta por Andrew Lloyd Webber, com letras escritas por Charles Hart e Richard Stilgoe. É cantada como um dueto de Christine Daaé e

Música ao Romper da Aurora – The Phantom of the Opera

“The Phantom of the Opera” é a canção de abertura do musical com o mesmo nome. Foi composta por Andrew Lloyd Webber, com letras escritas por Charles Hart e Richard Stilgoe. É cantada como um dueto de Christine Daaé e

Música ao Romper da Aurora – The Best

A cantora “superstar” Tina Turner celebrou 80 anos no dia 26/11/2019. Este seu dueto com Eros Ramazzotti realizado ao vivo em Munique no ano de 1998 recorda-nos a cantora e bailarina que foi Tina Turner.

Música ao Romper da Aurora – The Best

A cantora “superstar” Tina Turner celebrou 80 anos no dia 26/11/2019. Este seu dueto com Eros Ramazzotti realizado ao vivo em Munique no ano de 1998 recorda-nos a cantora e bailarina que foi Tina Turner.

Música ao Romper da Aurora – Solitaire

Sissel Kyrkjebo e Neil Sedaka interpretam a canção “Solitaire” ao vivo no concerto televisivo de Momarkedet na Noruega em 1991. “Solitaire é uma balada escrita pelo cantor, pianista e compositor Neil Sedaka em parceria com Phil Cody. É a canção

Música ao Romper da Aurora – Solitaire

Sissel Kyrkjebo e Neil Sedaka interpretam a canção “Solitaire” ao vivo no concerto televisivo de Momarkedet na Noruega em 1991. “Solitaire é uma balada escrita pelo cantor, pianista e compositor Neil Sedaka em parceria com Phil Cody. É a canção

Música ao Romper da Aurora – Aves de paso

“Aves de paso” é uma canção da autoria de Joaquín Sabina, Pancho Varona e Antonio García de Diego. Joaquín Sabina (reconhecido cantor, compositor e músico espanhol) e Joan Manuel Serrat (cantor, poeta, músico e compositor catalão) interpretam em dueto “Aves

Música ao Romper da Aurora – Aves de paso

“Aves de paso” é uma canção da autoria de Joaquín Sabina, Pancho Varona e Antonio García de Diego. Joaquín Sabina (reconhecido cantor, compositor e músico espanhol) e Joan Manuel Serrat (cantor, poeta, músico e compositor catalão) interpretam em dueto “Aves

Música ao Romper da Aurora – No Rancho Fundo

“No Rancho Fundo” é uma canção de Ary Barroso e Lamartine Babo original de 1931. Esta versão é de António Zambujo e Miguel Araújo interpretada ao vivo no Coliseu de Porto em 2016. https://youtu.be/5ZZoqjMma1w

Música ao Romper da Aurora – No Rancho Fundo

“No Rancho Fundo” é uma canção de Ary Barroso e Lamartine Babo original de 1931. Esta versão é de António Zambujo e Miguel Araújo interpretada ao vivo no Coliseu de Porto em 2016. https://youtu.be/5ZZoqjMma1w

Música ao Romper da Aurora – Señorita

“Señorita” é uma canção da autoria de Shawn Mendes. Esta interpretação é um dueto do cantor Shawn Mendes com Camila Cabello ao vivo no “MTV Video Music Awards de 2019”, realizado em 26 de agosto de 2019, no “Prudential Center”

Música ao Romper da Aurora – Señorita

“Señorita” é uma canção da autoria de Shawn Mendes. Esta interpretação é um dueto do cantor Shawn Mendes com Camila Cabello ao vivo no “MTV Video Music Awards de 2019”, realizado em 26 de agosto de 2019, no “Prudential Center”

Música ao Romper da Aurora – Sangemil

“Sangemil” é uma canção com letra e música de Miguel Araújo. Esta interpretação é um dueto ao vivo no Coliseu do Porto em Novembro 2017, de Miguel Araújo e Rui Veloso. https://youtu.be/uEMM6gI1tck

Música ao Romper da Aurora – Sangemil

“Sangemil” é uma canção com letra e música de Miguel Araújo. Esta interpretação é um dueto ao vivo no Coliseu do Porto em Novembro 2017, de Miguel Araújo e Rui Veloso. https://youtu.be/uEMM6gI1tck

Vozes Líricas em Canções Ligeiras – In Amore

O tenor Joseph Calleja todos os anos faz um concerto em Malta seu país de origem. Um dos convidados foi a mezzo-soprano Federica Falzon (uma jovem com 11 anos) para interpretar em dueto com o tenor a canção “In Amore”

Vozes Líricas em Canções Ligeiras – In Amore

O tenor Joseph Calleja todos os anos faz um concerto em Malta seu país de origem. Um dos convidados foi a mezzo-soprano Federica Falzon (uma jovem com 11 anos) para interpretar em dueto com o tenor a canção “In Amore”