A Rosa de Hiroshima – Gaires

 

 

 

Alguns tinham as sobrancelhas completamente queimadas e a pele pendia-lhes da cara e das mãos. Outros, devido à dor, iam de braços erguidos como se transportassem algo em ambas as mãos. Outros vomitavam enquanto caminhavam. Muitos seguiam nus ou completamente esfarrapados. Nal­guns corpos despidos as queimaduras tinham grava­do inscrições — das alças das camisolas interiores e dos suspensórios e, na pele de algumas mulheres (uma vez que o branco repelia o calor da bomba e as roupas escuras o absorviam, conduzindo-o para a pele), os contornos das flores que lhes ornamenta­vam os quimonos. Muitos, apesar de feridos, ajuda­vam familiares em pior estado. Quase todos seguiam cabisbaixos, olhando a direito, em silêncio, de rosto inexpressivo.

 

(in John Hersey, Hiroshima, Antígona) 

 

 

 

Leave a Reply