Société Générale: como perder 3,8 mil milhões de euros em duas horas… Por Octopus

 

 

Apesar do “Mail On Sunday” não ter a reputação do “Financial Times”, foi esse jornal que lançou o pânico com o rumor de que o segundo maior banco francês, a Société Générale, estava à beira da falência.


Foi o suficiente para que em menos de duas horas, o banco perdesse 3,8 mil milhões de euros.

 

Na terça feira, o jornal pedia desculpas pelo erro cometido no Mail On Sunday e entretanto o artigo que tinha dado origem a essa informação errada tinha desaparecido do site do jornal.

 

Já era tarde, o mal estava feito. No final, a Société Générale tinha perdido 15% do seu valor.

Como se manipula o mercado? Quem beneficia com estas práticas? 
É verdade, que no início do ano este banco apresentou algumas perdas nos lucros e alguns analistas até suspeitam que tenha “mascarado” perdas de cerca de 5 mil milhões de euros na gestão de activos. Pode este banco não estar muito saudável, como outros, mas daí à falência o caminho ainda seria longo.

 

 

Manipular o mercado com as vendas a descoberto

 

A venda a descoberto (short selling), permite vender acções bolsistas sem as ter, para as comprar mais tarde a um preço mais baixo. Passa-se assim: vão-lhe ser emprestadas acções, em troca de um custo, para que vocês as possa vender. Como essas acções devem ser devolvidas a quem lhas emprestou, vai ter de comprar essas mesmas acções mais tarde no mercado, só que desta vez a preço mais baixo.

A finalidade destas operações é vender as acções para mais tarde as comprar a um preço inferior ao preço a que foram vendidas.A diferença de preço será o seu lucro.

Por exemplo:

 

Está convencido que uma determinada acção vai descer, ou tem uma informação “privilegiada” de que vai descer, ou pretende inundar o mercado com essas acções para fazer baixar o preço. Pede emprestadas 10 acções com um valor unitário de 33 euros. Decide vende-las, portanto ganha 330 euros dessa venda. O valor dessas acções baixa. Vai então comprar essas mesmas acções, agora por um valor de por exemplo 20 euros cada, gasta portanto nessa aquisição 200 euros. Entrega as acções a quem lhas emprestou. Portanto fez um benefício de 130 euros (330 – 200 euros).

Mais espantoso ainda é o chamado naked short selling. Neste caso, vocês vende acções que nem sequer tem mas que diz ter e que as irá fornecer dias depois. Após a baixa do valor dessas acções, vocês compras essas acções que apresentará a seguir como sendo as que detinha à partida. Conseguiu um benefício ainda maior, porque não tem de pagar o custo de as pedir emprestadas.

No início da crise financeira de 2008, muitas vozes estavam a favor de por em prática uma legislação que impedisse a venda a descoberto. A verdade é que, de lá para cá, nada foi feito para impedir este tipo de manipulação especulativa do mercado.

 

http://eco.rue89.com/2011/08/10/les-rumeurs-font-plonger-la-bourse-la-societe-generale-veut-savoir-217469

http://www.dailymail.co.uk/news/article-2023302/France-Italy-stand-bail-biggest-banks-euro-crisis-worsens.html

 

Clique com o botão direito do rato aqui para transferir imagens. Para ajudar a proteger a sua privacidade, o Outlook impediu a transferência automática desta imagem da Internet.

Leave a Reply