TERRA DO FOGO, por João Machado

Mapa_terra_do_fogo


A Terra do Fogo é um arquipélago situado no extremo sul do continente americano, que deve o seu aspecto à colisão entre as placas tectónicas. É formado por uma ilha grande, a quem também chamam de Terra do Fogo, e por outras mais pequenas, totalizando uma área superior a 70.000 quilómetros quadrados.  O nome deriva de que quando ali chegaram os primeiros europeus, foram surpreendidos pelo fumo de fogueiras ateadas pelos aborígenes, que ali viviam, calcula-se que há mais de 12.000 anos. Terra distante, de clima agreste, durante vários séculos raramente foi procurada. Houve viagens para fins científicos, como no caso da viagem do navio Beagle, em que participou Charles Darwin. Estiveram ali em 1832/33 e em 1834. No seu Diário, Darwin apontou notas sobre a terra, que depois reproduziu em A Origem das Espécies. Um marinheiro, Conrad Martens, fez desenhos em que reproduz a terra e os seus naturais.

250px-Fuegian_BeagleVoyage
Desenho de Conrad Martens, marinheiro do Beagle. Obrigado a Darwin online.

Separa-a do continente o estreito de Magalhães, assim baptizado por Fernão de Magalhães ter ali passado em 1520. A Terra do Fogo está dividida entre o Chile e a Argentina desde 1881. Junto ao canal do Beagle está situada Ushuaia, na parte argentina, tida como a cidade  mais ao sul em todo o hemisfério. Terá mais de 40.000 habitantes. Existem outras povoações, tanto no lado argentino como no chileno, como Porvenir e Puerto Williams (que dizem ficar ainda mais ao sul do que Ushuaia). A população aborígene incluia várias tribus, das quais os Ona e os Yamana seriam as principais. Terá perdido a sua existência autónoma, devido ao processo de colonização do território, iniciado por caçadores e garimpeiros, os quais, entre outros problemas, lhes terão transmitido doenças infecciosas, com consequências catastróficas. Hoje em dia, pratica-se a agricultura e a criação de gado. O turismo parece ser bastante activo. Há vários parques naturais, dos quais o mais famoso será o das Torres Del Paine.

Parque nacional Torres del Paine. Obrigado a visitchile.com.
Parque nacional Torres del Paine. Obrigado a visitchile.com.
Outrora ponto de referência para os marinheiros, hoje é um desafio para os alpinistas. Tem mais de dois metros de altura.
Monte Sarmiento. Outrora ponto de referência para os marinheiros, hoje é um desafio para os alpinistas. Tem mais de dois mil metros de altura.
Cabo Horn. A 55º de latitude Sul, fica sobre o Estreito de Drake, que separa a Antártida  da América do Sul. O nome é da cidade holandesa que armou os navios que exploraram a zona pela primeira vez
Cabo Horn. No extremo sul, a 55º de latitude Sul, na parte chilena, fica sobre o Estreito de Drake, que separa a Antártida da América do Sul, o mar mais tempestuoso do mundo. O nome é o da cidade holandesa que armou os navios que exploraram a zona no século XVII.
Cumpre agradecer aos autores das fotografias acima apresentadas, alguns dos quais foi impossível determinar exactamente quem são, pois trata-se de material muito divulgado. Muito obrigado.  

8 Comments

Leave a Reply