Posts Tagged: joão machado

O ROBINSON CRUSOE FEZ TREZENTOS ANOS EM 2019 – por João Machado

  O Robinson Crusoe, ou melhor, A Vida e as Estranhas e Surpreendentes Aventuras de Robinson Crusoe, de York, Marinheiro, Que viveu Vinte e Oito Anos, totalmente só numa ilha desabitada na Costa da América, perto da Foz do Grande

O ROBINSON CRUSOE FEZ TREZENTOS ANOS EM 2019 – por João Machado

  O Robinson Crusoe, ou melhor, A Vida e as Estranhas e Surpreendentes Aventuras de Robinson Crusoe, de York, Marinheiro, Que viveu Vinte e Oito Anos, totalmente só numa ilha desabitada na Costa da América, perto da Foz do Grande

HOJE É O PRIMEIRO DE DEZEMBRO, por João Machado

    Portugal, na sua história, tem várias datas com forte significado. O 14 de Agosto, dia da batalha de Aljubarrota  e  o 1.º de Dezembro,  que marca o início do processo de expulsão da casa de Habsburgo, assinalam momentos

HOJE É O PRIMEIRO DE DEZEMBRO, por João Machado

    Portugal, na sua história, tem várias datas com forte significado. O 14 de Agosto, dia da batalha de Aljubarrota  e  o 1.º de Dezembro,  que marca o início do processo de expulsão da casa de Habsburgo, assinalam momentos

EDITORIAL – BREXIT OR NOT BREXIT – THAT’S NOT THE ONLY QUESTION – por João Machado

    A saída do Reino Unido da União Europeia (não ficaria mal dizer “a saída da Inglaterra” da UE”) é obviamente uma questão importante. Entretanto, para muitas pessoas, talvez mesmo para a maioria das pessoas, o Brexit dever-se-á sobretudo

EDITORIAL – BREXIT OR NOT BREXIT – THAT’S NOT THE ONLY QUESTION – por João Machado

    A saída do Reino Unido da União Europeia (não ficaria mal dizer “a saída da Inglaterra” da UE”) é obviamente uma questão importante. Entretanto, para muitas pessoas, talvez mesmo para a maioria das pessoas, o Brexit dever-se-á sobretudo

EDITORIAL – PODERÁ 2019 SER UM ANO MELHOR? – por João Machado

A pergunta formulada no título deste editorial está com certeza nos pensamentos de muita gente. Os dias em que se comemora a passagem do ano não são diferentes dos outros, mas, pelo menos a algumas pessoas, possibilitam uma pausa para

EDITORIAL – PODERÁ 2019 SER UM ANO MELHOR? – por João Machado

A pergunta formulada no título deste editorial está com certeza nos pensamentos de muita gente. Os dias em que se comemora a passagem do ano não são diferentes dos outros, mas, pelo menos a algumas pessoas, possibilitam uma pausa para

EDITORIAL – UM PAÍS (POUCO) SEGURO. UM ESTADO FRACO – por João Machado

Dantes, no nosso país, quando falávamos em segurança, referíamo-nos sobretudo a casos susceptíveis de cair imediatamente sob as competências da polícia. Hoje em dia, cada vez mais, apercebemo-nos de que ocorrem constantemente situações que põem em risco cidadãs/cidadãos na sua

EDITORIAL – UM PAÍS (POUCO) SEGURO. UM ESTADO FRACO – por João Machado

Dantes, no nosso país, quando falávamos em segurança, referíamo-nos sobretudo a casos susceptíveis de cair imediatamente sob as competências da polícia. Hoje em dia, cada vez mais, apercebemo-nos de que ocorrem constantemente situações que põem em risco cidadãs/cidadãos na sua

EDITORIAL – O ETERNO RETORNO DA ESTRATÉGIA DA GUERRA FRIA – por João Machado

Parece que Donald Trump está a dar abertamente continuidade às velhas tácticas da administração norte-americana na política internacional. Se a certa altura pareceu querer introduzir algumas inovações percebe-se cada vez mais que na realidade nunca se afastou delas. Durante a

EDITORIAL – O ETERNO RETORNO DA ESTRATÉGIA DA GUERRA FRIA – por João Machado

Parece que Donald Trump está a dar abertamente continuidade às velhas tácticas da administração norte-americana na política internacional. Se a certa altura pareceu querer introduzir algumas inovações percebe-se cada vez mais que na realidade nunca se afastou delas. Durante a

EDITORIAL – PORTUGAL, ENTRE OS INCÊNDIOS E A LEGIONELLA – por João Machado

Nos últimos dias o nosso país viu-se a braços com um novo surto de legionella. O número de pessoas afectadas já ultrapassa as 40, e até à data houve duas mortes. Os casos ter-se-ão verificado no Hospital de S. Francisco

EDITORIAL – PORTUGAL, ENTRE OS INCÊNDIOS E A LEGIONELLA – por João Machado

Nos últimos dias o nosso país viu-se a braços com um novo surto de legionella. O número de pessoas afectadas já ultrapassa as 40, e até à data houve duas mortes. Os casos ter-se-ão verificado no Hospital de S. Francisco

EDITORIAL –  REFERENDO NA CATALUNHA – DEU SINAL A TROMBETA CASTELHANA, por João Machado

A decisão de Mariano Rajoy de impedir a todo o transe o referendo sobre a independência da Catalunha será com certeza no futuro considerada como um grave erro histórico. Há com certeza pessoas que não concordam com esta opinião, em

EDITORIAL –  REFERENDO NA CATALUNHA – DEU SINAL A TROMBETA CASTELHANA, por João Machado

A decisão de Mariano Rajoy de impedir a todo o transe o referendo sobre a independência da Catalunha será com certeza no futuro considerada como um grave erro histórico. Há com certeza pessoas que não concordam com esta opinião, em

EDITORIAL – A CATALUNHA É UMA NAÇÃO, por João Machado

Quem conhece minimamente a história e a cultura catalãs, e já teve algum, mesmo que seja pouco, contacto com os catalães, compreende que a Catalunha é uma nação. Tem mesmo todos os requisitos para ser uma nação independente. Apenas não

EDITORIAL – A CATALUNHA É UMA NAÇÃO, por João Machado

Quem conhece minimamente a história e a cultura catalãs, e já teve algum, mesmo que seja pouco, contacto com os catalães, compreende que a Catalunha é uma nação. Tem mesmo todos os requisitos para ser uma nação independente. Apenas não

EDITORIAL – ONDE FICA A COREIA DO NORTE? – por João Machado

A Coreia do Norte, oficialmente a República Popular Democrática da Coreia, tem estado na berra. Nas últimas semanas eclipsou mesmo nos cabeçalhos dos jornais e nas aberturas dos telejornais a Síria e a Venezuela, alvos habituais nos últimos anos daqueles

EDITORIAL – ONDE FICA A COREIA DO NORTE? – por João Machado

A Coreia do Norte, oficialmente a República Popular Democrática da Coreia, tem estado na berra. Nas últimas semanas eclipsou mesmo nos cabeçalhos dos jornais e nas aberturas dos telejornais a Síria e a Venezuela, alvos habituais nos últimos anos daqueles

EDITORIAL – O ATENTADO  EM BARCELONA,  A AUTONOMIA DA CATALUNHA, O CENTRALISMO CASTELHANO  E O COMÉRCIO DE ARMAS – UM PROBLEMA DE INFORMAÇÃO E DE DIFERENTES INTERPRETAÇÕES – por João Machado

No passado dia 17 de Agosto um acto medonho de barbárie ocorreu em Barcelona, contando-se até  este momento 16 mortos e uma enorme quantidade de feridos. Os métodos usados não deixam dúvidas a ninguém: o objectivo deste ataque selvático foi

EDITORIAL – O ATENTADO  EM BARCELONA,  A AUTONOMIA DA CATALUNHA, O CENTRALISMO CASTELHANO  E O COMÉRCIO DE ARMAS – UM PROBLEMA DE INFORMAÇÃO E DE DIFERENTES INTERPRETAÇÕES – por João Machado

No passado dia 17 de Agosto um acto medonho de barbárie ocorreu em Barcelona, contando-se até  este momento 16 mortos e uma enorme quantidade de feridos. Os métodos usados não deixam dúvidas a ninguém: o objectivo deste ataque selvático foi

EDITORIAL – O PRECONCEITO SEM SENTIDO – por João Machado

O discurso de Passos Coelho no Pontal foi muito mau. As críticas têm sido grandes. Contudo quem acha que o líder do PSD anda à deriva está enganado. Não o estará a fazer da melhor maneira, mesmo do ponto de

EDITORIAL – O PRECONCEITO SEM SENTIDO – por João Machado

O discurso de Passos Coelho no Pontal foi muito mau. As críticas têm sido grandes. Contudo quem acha que o líder do PSD anda à deriva está enganado. Não o estará a fazer da melhor maneira, mesmo do ponto de

EDITORIAL – UM PAÍS QUE QUER SER MAIOR – por João Machado

Os líderes portugueses, ao longo dos tempos, têm procurado cultivar a ideia de que Portugal é um grande país, ou que deveria  ser considerado como tal, insistindo na grandeza da sua história. Terá sido a maneira encontrada de nos empolgar

EDITORIAL – UM PAÍS QUE QUER SER MAIOR – por João Machado

Os líderes portugueses, ao longo dos tempos, têm procurado cultivar a ideia de que Portugal é um grande país, ou que deveria  ser considerado como tal, insistindo na grandeza da sua história. Terá sido a maneira encontrada de nos empolgar