SAHEL: ALVO DE TODAS AS COBIÇAS – por Octopus

Uma maldição parece ter-se abatido sobre os países do Sahel com   uma instabilidade permanente na última década.

Petróleo, gás, ouro,urânio, diamantes, . . . são as razões da   desestabilização dos países do Sahel, palco de tráficos de toda a espécie:   tráfico de droga, tráfico humano, imigração clandestina e terrorismo.

Imagem1

Depois da   desestabilização do Sudão, da Mauritânia, do Chade, do Níger e da Somália,   chegou a vez do Mali.

A criação de um   departamento dedicado ao Sahel e Oeste africano no seio da OCDE, revela a   importância desta região do mundo, considerada o futuro quintal energético do   capitalismo ocidental e podendo tornar-se em breve numa fonte energética tão   importante como a do Média Oriente.

Os Estados Unidos e a   União Europeia querem lançar mão sobre as riquezas do Sahel antes da China e   da Índia.

A estratégia é sempre   a mesma, desestabilizar a região através de grupos terroristas armados e   financiados pelos próprios países ocidentais para depois poderem apoiar as   reivindicações de suposta ânsia de autodeterminação desse grupos e assim   instalarem-se no terreno.

A Argélia tem neste   cenário um papel fundamental. Com gastos militares seis vezes superior ao de   todos os países do Sahel reunidos, a Argélia  poderia ser um catalizador   para explorar, em conjunto com os vários países do Sahel, as riquezas desta   região. Mas por essa mesma razão, e para que isso não aconteça, é que a   Argélia poderá muito em breve ser palco de desestabilização por parte dos   países ocidentais.

.

Leave a Reply