ASSOCIAÇÃO GESTOS DE BOA VONTADE – COPNE

Recebido através da Associação 25 de Abril:

Cara(o) associada(o)

Recebemos proposta da AGBV Associação Gestos de Boa Vontade, a qual nos pareceu meritória, pelo que aqui divulgamos os seus objectivos, transcrevendo e-mail da mesma:

 

Para dedução de 0,5 do seu IRS, a qual antecipadamente agradecemos, enviamos o nosso NIF: 509 362 214.

Poderão também fazer donativos para a seguinte conta: Nib 0038 0000 3874 1792 771 68 sob o Banif, em nome de “AGBV Associação Gestos de Boa Vontade”, agradecíamos que se optassem por fazer donativo, nos enviassem o comprovativo e respectivos dados para envio de recibo.

O seu apoio a esta causa tanto pode ser a nível particular como em nome da empresa.

Para mais informações poderá consultar os nossos sites: www.transporteparavida.com.pt e www.gbv.pt.

Cordiais saudações

A Direcção

P.S. A(o)s interessada(o)s deverão contactar a AGBV directamente, através do endereço gestosdeboavontade@gmail.com

Ler o texto abaixo:

            gestos de boa vontade - logoassoci (converted)

                                     

                                                                                                                 

 

Associação

 

Nif: 509 362 214                             

Rua Machado dos Santos, 295                              

2775-236 Parede

 

T.21 457 74 74 

F.21 457 73 40

Tlm 91 346 94 97

gestosdeboavontade@gmail.com

http://www.gbv.pt                                                                                         

Exmos Senhores

A Associação Gestos de Boa Vontade, constitui-se como uma Associação sem fins lucrativos, de voluntários, formadores, outros responsáveis e amigos.

Tem sede em Tires, São Domingos de Rana, Praceta Nova,5, Ljª Dtª  e filial na Rua Machado dos Santos, 295 na Parede, ambas no Concelho de Cascais.

A Associação tem como fim permitir a Solidariedade Social, dar emprego, formação e apoio a pessoas com deficiência, com vista ao apoio dos cidadãos com deficiência e suas famílias.

O COPNECentro Ocupacional para Pessoas com Necessidades Especiais é uma resposta social da Associação Gestos de Boa Vontade.

O principal objectivo é proporcionar aos seus clientes a valorização da sua auto-estima, a sua realização pessoal e a sua autonomia.

Dando-lhes a possibilidade de formação organizada e personalizada consoante as suas capacidades e necessidades individuais, facilitando a sua transição para programas de integração sócio-profissionais.

Actividades: Artes de Decorativas, Pintura, Jardinagem/Horticultura, Oficina da Culinária, pequenos serviços de engomadoria, participação no Projeto Frutiflor, Participação nas Artes Gráficas, participação no serviço de embalamento de material de papelaria e higiene.

População Alvo: Tem como publico alvo jovens e adultos com deficiência, de ambos os sexos de idade igual ou superior a 16 anos, preferencialmente residentes nos concelhos de Cascais e Oeiras.

Outro objectivo do COPNE é proporcionar aos clientes com deficiência moderada/ligeira a possibilidade de ter um contrato de trabalho com a Associação, e poderem colaborar e dar apoio às pessoas com deficiência profunda, de forma a serem de imediato integrados numa actividade profissional.

Em projeto temos a criação de uma “banca de voluntariado”. O voluntariado é aqui entendido como um conjunto de pessoas que no quadro da Instituição, se compromete de forma livre a colaborar no desenvolvimento de acções programadas para a melhoria da Qualidade de Vida das pessoas com deficiência e suas famílias.

Donativos são uma das formas possíveis de conseguirmos manter e ampliar a vida digna e autónoma destas pessoas especiais.

O nosso objectivo é fazer crescer a cada dia a Associação Gestos de Boa Vontade para que mais pessoas especiais possam ser contratadas.

O Projeto PAIS – Projeto de Apoio e Integração Social

 

Pretende-se trabalhar as competências de indivíduos com necessidades específicas, com a finalidade de potenciar a sua autonomia, auto-estima e respeito pela sua dignidade.

Serviços : Terapia Ocupacional, Terapia da Fala, Consultadoria na inserção escolar e prevenção de situações de risco, Acompanhamento e apoio ao deficiente e respectivas famílias, Acompanhamento a Jovens com comportamentos desadequados.

População Alvo: Crianças dos 3 aos 12 anos (variável consoante a situação), com deficiência mental ligeira ou moderada e/ou outras associadas.

Autistas, Deficientes Auditivos, Trissomia 21, Paralisia Cerebral, Dislexia.

Jovens com comportamentos “desadequados”, Crianças e Jovens com Problemáticas Comportamentais.

Só com a colaboração de todos nos será possível atingir este objectivo.

A sua colaboração é sem duvida um Gesto de Boa Vontade que fará a diferença nestas vidas.

Colabore Connosco, visite o nosso site e Visite-nos, será um prazer.

Bem-Haja

Direcção

 

Leave a Reply