BAÍA DE HUDSON. UM MAR INTERIOR. Por João Machado.

Canadá superior. http://pt.wikipedia.org/wiki/Canad%C3%A1_Superior
Canadá Superior.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Canad%C3%A1_Superior

A Baía de Hudson tem mais de um milhão e duzentos mil quilómetros quadrados. Quatro estados canadianos têm margens deste autêntico mar interior, que se estende, quanto à latitude, praticamente desde 51º (na Baía de James), até 70º norte, se considerarmos incluído neste espaço geográfico a Bacia de Foxe, que, por entre a Península de Melville e a Ilha de Baffin, liga ao Oceano Árctico. Pelo Estreito de Hudson, comunica com o Oceano Atlântico.  A profundidade média rondará os 100 metros, e a máxima atinge 270 metros. As costas oeste e sul são baixas, mais altas na parte oriental, encontrando-se nesta algumas das rochas mais antigas da Terra. A paisagem predominante é a tundra.

Hudson_bay_map-fr_svg - II
pt.wikipedia.org

As águas da baía mantém-se geladas durante grande parte do ano. Há uma grande drenagem dos rios canadianos, cujas águas se misturam com a que chega do Árctico. A salinidade é reduzida, fazendo-se a saída sobretudo pelo Estreito de Hudson. Os nevoeiros são constantes, as temperaturas são baixas todo o ano. As tempestades são violentas, acompanhadas de nevões no Inverno. A ocupação humana nas zonas vizinhas, de ameríndios e de esquimós, estes sobretudo a norte, é escassa. A sua sobrevivência, tradicionalmente, é obtida sobretudo através da pesca. O governo canadiano, preocupado com o equilíbrio ecológico da região, decretou o regime de mar fechado.

Urso polar em Nunavut por Rich Durant, via Flickr. Usado sob licença Creative Commons.
Urso polar em Nunavut
por Rich Durant, via Flickr. Usado sob licença Creative Commons.

Na região há várias espécies em risco, como o urso branco e a baleia branca. Para além de um filme que julgamos ter sido feito perto da foz do rio Churchill, do estado do Manitoba, apresentamos também  imagens de orcas que recentemente ficaram presas no gelo, na Baía de Hudson, vindo à superfície para respirar, e que posteriormente conseguiram voltar ao oceano.

Por este filme, obrigado à Coongo. TV e ao youtube. http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=o9czM-7eOC4

Killer_whale_01
http://iceblade-pro.com/?p=1406
Obrigado a todas as entidades referidas acima, que nos possibilitaram fazer este post, sobre mais uma região do nosso planeta que é preciso ajudar a preservar, assim como à sua população ribeirinha, fauna e flora.

Leave a Reply