Pentacórdio para Sábado, 27 de Abril

por Rui Oliveira

 

 

   Mantendo o modelo dum Pentacórdio reduzido ao essencial, destacaríamos neste Sábado, 27 de Abril, dois eventos musicais de natureza bastante distinta.

 

           125579995_Giulio_402597c       Giulio Cesare

   Como derradeira transmissão da Met Live in HD da temporada 2012/13, “Gulbenkian Música” escolheu2012_giulio fazer-nos testemunhar no Grande Auditório da Fundação Gulbenkian, às 17h, em directo e legendado em inglês, a nova produção na Metropolitan Opera de Nova Iorque de “Giulio Cesare” Giulio Cesarede Georg Friedrich Händel (1685-1759) – a história do imperador romano e da sua relação com a rainha egípcia Cleópatra que o músico alemão compôs, em 1724, para a londrina “Royal Academy of Music”.

   Com a nova encenação a cargo de David McVicar e a produção musical dirigida pelo maestro Harry Bicket, o elenco desta récita inclui Natalie Dessay (como Cleópatra), Alice Coote (como Sesto), Patricia Bardon (como Cornelia), David Daniels (como Giulio Cesare), Christophe Dumaux (como Ptolomeu), John Moore (como Curio), Rachid Ben Abdeslam (como Nireno) e  Guido Loconsolo (como Achilla) nos principais papéis.

 

   Esta é parte da ária “Se pietà di me non senti, giusto ciel io moriro” do 2º Acto de “Giulio Cesare” cantada por Natalie Dessay e gravada durante o ensaio geral (o leitor pode ouvi-la integral aqui quando a cantora a gravou em disco com “Le Concert d’Astrée” dirigido por Emmanuelle Haïm  http://youtu.be/u4vB6DaJfQw ) :

 

   A única ária disponível desta produção cantada por David Daniels é esta do 2º Acto “Al lampo dell’armi” também gravada em ensaio geral :

 

 

 

???????????????????????????????

   Vinda do Porto onde actuou durante a celebração do 25 de Abril, chega ao Coliseu dos Recreios  de Lisboa MarisaMonte_2011CDàs 21h deste Sábado, 27 de Abril a cantora carioca Marisa Monte, cujo show em digressão se intitula “Verdade, uma Ilusão” e serve de apresentação ao seu mais recente disco “O Que Você Quer Saber De Verdade”, «onde as artes plásticas, reflexo de uma escolha cuidada pela conceituada curadora Luísa Duarte de alguns dos mais reputados artistas brasileiros contemporâneos, como Luiz Zerbini, José Damasceno ou Jonathas de Andrade, se fundem com a música desta musa».

images   O espectáculo, que se afirma marcado pela simplicidade, já recebeu da Associação Paulista de Críticos de Arte a escolha para o “Espectáculo do Ano” na categoria Música Popular Brasileira, o que é um dos prémios mais importantes do Brasil na área da cultura.

   Com 25 anos de carreira e após nove discos (de que vendeu mais de 10 milhões de exemplares), Marisa Monte volta a Portugal seis anos depois de aqui ter passado e (diz o Coliseu) ninguém vai querer perder pelo menos o clip oficial do novo álbum da autoria de Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes :

 

 

   Outro tema interessante será do mesmo álbum a canção “Seja Feliz” (entretanto pode o leitor ouvir um mix de canções antigas e novas iniciando-se com “Vilarejo”  aquihttp://www.youtube.com/watch?v=-g83_ZRGM48&feature=share&list=PLDC9EC146630295E9 ) :

 

 

 

 

   Outras breves notícias indicam que :

 

   No Auditório do Museu do Oriente, às 17h deste Sábado, 27 de Abril, um concerto de entrada livre (comentado por Rui Campos Leitão) de um “Quinteto com Oboé” ae07701_007936composto pelos Solistas da Metropolitana  Luis Auñón Pérez oboé, Anzhela Akopyan violino, Ana Filipa Serrão violino, Andrei Ratnikov viola, Ana Cláudia Serrão violoncelo e Nuno Oliveira cravo oferecer-nos-á um programa com :

      Johann Sebastian BachConcerto para oboé, cordas e baixo contínuo em Ré menor, BWV 1059

      Antonio VivaldiSinfonia para cordas “Al santo sepulcro”, RV 169

      Giuseppe Sammartini Concerto para Oboé, Cordas e Baixo Contínuo em Fá maior

      Antonio VivaldiConcerto para Cordas em Sol maior, RV 151, Alla rustica

      Alessandro MarcelloConcerto para Oboé, Cordas em Ré menor

 

   Não havendo registo destes intérpretes, conheça-se por outros, aqui o Ensemble Il Gardellino dirigido por Marcel Ponseele (também tocando um oboé barroco), a menos divulgada peça do veneziano Alessandro Marcello (contemporâneo mais velho de Vivaldi) “Concerto para Oboé, Cordas e baixo contínuo em Ré menor, SF 935, op.1 (1717) :

 

 

   No Hot Clube de Portugal, às 22h30, conclui-se neste Sábado, 27 de Abril  a actuação do Jorge Reis Quinteto que ali toca desde Quinta, 25 e é composto por Jorge Reis (saxofones alto e soprano), Luís Cunha (trombone), Jeffery Davis (vibrafone), Francisco Brito (contrabaixo) e Luís Candeias (bateria).

 

 

Achada-4   Por último, decorre na Casa da Achada – Centro Mário Dionísio (Rua da Achada, nº 11, ao Castelo) às 16 h deste Sábado, 27 de Abril, mais uma sessão do ciclo «histórias da História» em que se falará de “Os Derrotados no 25 de Abril” com Carlos Matos Gomes.8-24012316_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67$$738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20$$3a5859ef-587e-42f2-a660-968467d8fddd$$img_carrouselTopHomepage$$pt$$1

   Explica a direcção da Casa que «… neste ciclo conversa-se sobre efemérides da História, contemporâneas de Mário Dionísio, pensando sempre também no que se passa hoje. Porque há coisas de que se fala hoje − como a tão badalada “crise” − que não são coisas novas, algumas nunca deixaram de existir, outras ressurgiram em sítios e alturas diferentes. Já falámos sobre a ascenção de Hitler ao poder, sobre a Comuna de Paris, sobre as “aparições” de Fátima, sobre a Guerra Civil de Espanha e o franquismo nas populações de fronteira e sobre a Independência da Guiné, sobre o golpe em Espanha em 1981».

 

 

 

(para as razões desta nova forma de Agenda ler aqui ; consultar a agenda de Quinta aqui)

 

 

 

 

1 Comment

Leave a Reply