PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – MIN. EDUCAÇÃO: DE 45 MIL PROFESSORES SÓ 3 ENTRARAM NOS QUADROS

banner_pi_verde

Julho 22, 2013

ng2077106-300x187Foram 45.000 os professores que se candidataram à entrada nos quadros do Ministério da Educação, mas desses apenas 3 (!) tiveram colocação. Nestes 45 mil há pessoas que estão há mais de 10 anos a trabalhar precariamente para o mesmo patrão – o Ministério da Educação – mas que nunca tiveram acesso a um contrato sem termo.

Agora vão abrir os concursos para temporários, mas já se sabe que serão milhares de professores, mais de 75 mil, a candidatar-se a poucos lugares porque este ano, como nos anteriores, Nuno Crato quer realizar um dos maiores despedimentos coletivos de trabalhadores precários de sempre.

Nuno Crato ficará na história como o Ministro dos piores resultados. É óbvio que o corte nos docentes se refletiu nos maus resultados dos alunos, mas isso Crato nunca assumirá.

Ver notícia aqui.

Leave a Reply