RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota

mapagrecia

Parte III

Grécia: Berlim evoca uma nova ajuda para 2014

 Le Monde.fr | 18.07.2013 à 19h50

(CONCLUSÃO)

21 de Setembro de 2011

Quarto plano de rigor: 7,5 mil milhões de euros

O governo grego anunciou um novo aperto em termos de medidas orçamentais para desbloquear a sexta parcela do plano de ajuda internacional. Medidas que afectam os pensionistas, os funcionários públicos e tributação devem permitir economizar mais 7,5 mil milhões de euros suplementares.

Quinto plano de austeridade: 350 milhões e um perdão de dívida

O tecnocrata Lucas Papademos substituiu Georges Papandréou à frente do governo, em Novembro de 2011, no final das eleições em que não houve vencedor. Ele adoptou, em 13 de Fevereiro de 2012, um novo plano de austeridade para preencher um buraco orçamental de EUR 350 milhões que ameaçava a Grécia de cessação de pagamentos. Ele previa uma diminuição de 22 por cento do salário mínimo, uma redução nos benefícios de passagem à reforma e mais cortes nos efectivos da função pública. Os deputados também adoptaram um plano para reduzir para metade o valor da dívida do país realizada pelos credores privados, ou seja, de 107 bilhões de euros.

Estas eram as condições definidas pela troika para a finalização do segundo plano resgate Internacional de 237 mil milhões de euros, incluindo 130 mil milhões em empréstimos até 2014.

24 de Julho de 2012 — 14 Dezembro de 2011

Aceleração das privatisações: 40 milhões

O novo governo do conservador Antónis Samarás anuncia a supressão e a fusão de uma vintena de organismos públicos  para assim realizar uma economia calculada em 40 milhões de euros.

8 Novembro de 2012

Sexto plano de rigor: 18 mil milhões

O Parlamento grego adoptou o primeiro plano de austeridade da era Samaras, em que se prevê que se façam economias de 18 mil milhões de euros até 2016. Além de várias reformas estruturais, o texto contém a diminuição dos salários na função pública, o recuo para a passagem para a reforma dos 65 para os 67 anos e mais cortes nas Pensões e nos salários dos funcionários públicos.

27 de Novembro de 2012

Uma moratória de 10 anos sobre a dívida grega

Satisfeito por estes novos esforços, a zona euro e o FMI concordaram numa moratória de dez anos para o pagamento da dívida grega. Ela deverá representar cerca de 124 por cento do PIB em 2020, em vez de 120%. Os credores internacionais da Grécia também desbloquearam novas parcelas do auxílio que estavam congeladas desde Junho de 2012.

17 de Dezembro de 2012

A Grécia compra 32 mil milhões de dívida

Com a ajuda do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira a Grécia compra 31,9 milhares de milhões de euros de dívida a credores privados.

4 de Janeiro de 2013

Sétimo plano de austeridade: de 2,5 mil milhões

O ministro das Finanças grego anuncia um reforço na tributação dos assalariados e das profissões liberais, o que deve fazer entrar nos cofres do Estado grego cerca de 2,5 mil milhões.

22 de Janeiro de 2013

Os valores do défice de 2009 são números inflacionados?

A Justiça grega abre um processo contra o Presidente dos serviços de estatística, Andreas Giorgiou, que é suspeito de ter inflacionado o défice de 2009 e favorecido assim as políticas de austeridade.

3 de Fevereiro de 2013

A “receita” de austeridade posta em questão

O ministro do desenvolvimento anuncia que as “receitas” das politicas de rigor poderiam ser “corrigidas”, após a publicação pelo FMI, de um documento em que se reconhecem certos erros na avaliação das consequências da austeridade.

8 Fevereiro de 2013

Boas notícias do défice

O governo grego anuncia construir a sua política tendo como objectivo um défice de 4,3% para 2013, contra o valor até então considerado e que era de 5,5%. Soube-se igualmente que o défice corrente da Grécia caiu em 2012 para o seu nível mais baixo desde a sua entrada na zona euro, ou seja em 2,9%, contra 9,9% em 2011.

No entanto, o desemprego e a recessão continuam a agravar-se.

______

Ver Parte II, publicada ontem, em:

http://aviagemdosargonautas.net/2013/07/31/retratos-imagens-sintese-dos-efeitos-da-crise-da-zona-euro-sobre-cada-pais-173/

Leave a Reply