BEM ESTAR EM PORTUGAL – DE 2004 a 2012 por clara castilho

9349741_b7nUl

São dados dos Instituto Nacional de Estatística, num primeiro estudo levado a cabo durante 3 anos, como metodologias já utilizadas noutros países e com peritos a ajudar. É composto por 10 domínios. A educação, saúde e ambiente são as componentes de bem-estar com evolução mais favorável nestes anos analisados. Em sentido contrário estão os domínios trabalho, remuneração e vulnerabilidade económica. Os outros dois que ainda falta referir, as condições materiais de vida evidenciam uma tendência decrescente, que se acentua de 2010 para 2012 e a qualidade de vida, com uma tendência crescente.

012

Descendo para dados mais pormenorizados, podemos ver que os índices dos indicadores relacionados com a capacidade de as famílias fazerem frente aos seus encargos financeiros e com a sobretaxa das despesas com a habitação diminuíram, como já sabemos pelos relatos das vidas quotidianas. Apesar de termos mais milionários, o número é reduzido, comparado com os que ficaram a perder e as médias são as médias…

E assim, as famílias têm cada vez menos capacidade para suportarem os compromissos financeiros assumidos, ou de suportarem despesas básicas como a habitação.

Mas bem-estar não é só poder de compra. É também a capacidade de conciliação entre o tempo dedicado ao trabalho e a outras vertentes da vida pessoal, como a família, os amigos ou o lazer em geral tem vindo a decrescer.

 Pode lembrar-se aqui que, entre 2009 e 2012, mais de meio milhão de crianças e jovens perderam o acesso ao abono de família, aumentando a vulnerabilidade de tantas crianças num país com níveis elevadíssimos de pobreza infantil, passando pela fragilização das crianças com necessidades especiais e sem apoios nas escolas para desespero de pais. E é cada vez mais difícil aceder ao Rendimento Social de Inserção, com menos famílias a recebê-lo. De tudo isto não é de espantar que as notícias indiquem que há cada vez menos crianças a nascer.

Mas o que Bem-Estar ? É um conceito que vem da de intersecção de vários domínios das ciências. Engloba todos os aspectos do indivíduo, envolvendo a manutenção de uma boa nutrição, exercício, boas relações pessoais, familiares e sociais, e o controlo do stress. Será estar satisfeito com a vida, estar feliz…

O estudo poderá dar os dados reais mas  não dá o sentimento real que estamos vivendo.

Leave a Reply