DISCUSSÃO SOBRE AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL – LISBOA, 9 DE JULHO por clara castilho

9349741_b7nUl

Dia 9 de Julho, pelas 17 horas, vai-se realizar no auditório do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa um simpósio promovido pela Pró – Inclusão – Associação Nacional de Docentes de Educação Especial e o Instituto de Educação (UL).

Este simpósio destina-se a, durante 3 horas, ouvir dois oradores (José Morgado e Joaquim Colôa) e as intervenções dos participantes a comentar a recente recomendação do Conselho Nacional de Educação e do grupo de trabalho nomeado pelo despacho 706 sobre POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL.

pro inclusão
A Associação Pró- Inclusão, Associação Nacional de Docentes de Educação Especial  já no dia 7 de Junho tinham sido uma das organizadoras de um Congresso na Fundação Gulbenkian, de que falámos neste blog. É uma organização profissional de cariz científico e pedagógico, sem fins lucrativos. Tem por missão principal apoiar a profissionalidade dos docentes de Educação Especial na busca de padrões de excelência e inovação nas práticas, na investigação e nas políticas; de forma a promover uma educação de qualidade no âmbito dos valores da Inclusão dos alunos com Necessidades Educativas Especiais.

O Instituto de Educação constitui uma nova unidade orgânica da Universidade de Lisboa, vocacionada para a investigação, a formação e a intervenção relativamente aos problemas da Educação e Formação em Portugal. O seu grande objectivo é contribuir para uma melhor compreensão dos fenómenos educativos e processos formativos, contribuindo para a melhoria da qualidade da educação e formação.

Joaquim Colôa é docente de Educação Especial no Ministério da Educação e docente no Ensino Superior – ESE Jean Piaget, ISEC e ESE de Castelo Branco (área da Educação Especial) e espera partilhar informação profissional.

José Morgado é Doutorado em Estudos da Criança – Área de Educação Especial, pela Universidade do Minho. Desempenha de funções de psicólogo na Cooperativa para a Reeducação de Crianças Inadaptadas (CERCI) de Lisboa, é Técnico Superior do Ministério da Educação e Ciência, Professor no Departamento de Psicologia da Educação do ISPA – Instituto Universitário. Também colabora da Unidade de Investigação em Psicologia Cognitiva, do Desenvolvimento e da Educação do ISPA.

 

 

 

Leave a Reply