A ESPANHA ENTRE A COCA-COLA E A MESQUITA – BOAS E MÁS NOTÍCIAS – por MICHEL LHOMME

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota

Mapa_Espanha_CC_AA

 A Espanha entre a Coca-Cola e a Mesquita

Boas e Más  Notícias

Michel Lhomme, Revista Metamag,  06/07/2014 

 L’ESPAGNE ENTRE COCA ET MOSQUEE

 

A subsidiária espanhola da marca Coca-Cola anunciou um enorme plano social que prevê o encerramento de quatro fábricas e o despedimento  de mais de mil funcionários. Pouco preocupado com a terrível crise sistémica espanhol e a taxa endémica do desemprego neste país, Coca-Cola, não entrou em detalhes.

A resposta não se fez esperar. Primeiro, de maneira clássica  com uma greve e manifestações e, depois, de forma mais  original forma com um apelo ao  boicote dos produtos da marca, como se  indica   por um artigo do site do Courrier International, datado de 18 de junho de 2014. O slogan dos trabalhadores espanhóis da Coca-Cola é patriótico e social: «Se não produz Coca-Cola, Madrid Madrid não a beberá  mais».

lhomme - I

Poderia duvidar do sucesso desta iniciativa numa Europa americanizada e  viciada em refrigerantes. E contudo, o apelo foi amplamente seguido  pelo povo espanhol e particularmente nas regiões do  centro (antiga Castela, La Mancha, Extremadura e Madrid). O jornal El Economista revelou que as vendas da marca diminuíram para cerca de  metade em Fevereiro, em comparação com os números do ano 2013. É mesmo a maior queda já registrada pela marca! Um golpe a sério e sustentável, uma vez que os peritos estimam que as vendas não devem subir antes de 2017. A ideia dos manifestantes espanhóis  é pois  brilhante uma vez que é impiedosamente eficiente. Temos sempre preferido a Inka Cola ou as iniciativas das bebidas regionais comparáveis, como a coca-cola”breton Breizh.

lhomme - II

Foi a boa notícia espanhola, mas há uma má notícia para o património da Espanha. O emir do Qatar ofereceu 2,2 mil milhões de euros para transformar a Monumental (as grandes arenas de Barcelona) numa  mesquita, gigantesca e  colossal. O projecto realizar-se-á no espaço de cinco anos e assim fará das Monumentais  o maior local de culto muçulmano na Europa e o terceiro  maior do mundo.

A mesquita poderá abrigar 40.000 pessoas e teria um minarete de 300 metros de altura, salas de exposições e um centro de estudos islâmicos. Os  trabalhos de construção irão  criar 4000 postos de trabalho, de acordo com os cálculos da comunidade muçulmana de Barcelona, mas a que preço?

________

Ver o original em:

http://metamag.fr/metamag-2165-L-ESPAGNE-ENTRE-COCA-ET-MOSQUEE-Bonnes-et-mauvaises-nouvelles.html

 

Leave a Reply