NESTE DIA… Em 24 de Setembro de anos anteriores – da Hégira ao “mensalão”

nestedia3

Imagem1Hégira é a designação para a fuga do profeta Maomé de Meca para Medina, acontecimento que define o início do calendário islêmico. Maomé, na sua Meca natal, tornou-se famoso pelas suas prédicas e profecias. Afirmando-se mensageiro de Deus, denunciava erros e contradições, quer do judaísmo, quer do cristianismo. Devido a estes ataques religiosos, o profeta foi sendo ostracizado e hostilizado pelos poderosos de Meca, ao ponto de ter de fugir para Medina onde tinha familiares. A chegada de Maomé a Yathreb (Medina) ocorreu no dia 12 do antigo mês Rabia, correspondente  a 24 de Setembro de 622  pelo calendário juliano. Pelo calendário islâmico, estamos no ano de 1435.

Pelo calendário juliano, estávamos no dia 24 de Setembro de 2004 quando a palavra mensalão foi usada pela primeira vez – o Deputado Federal Miro Teixeira denunciou, em entrevista concedida ao Jornal do Brasil a existência de um  “mensalão”,  ou seja de um caso de corrupção política que consistia na compra de votos de parlamentares no Congresso Nacional do Brasil,   mas o denunciante não levou o assunto adiante. Meses depois, a palavra voltou a ser usada, agora na Folha de São Paulo pelo Deputado Federal Roberto Jefferson. O escândalo tinha como protagonistas alguns membros do Governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, gente do Partido dos Trabalhadores e de outros partidos, A palavra  foi adoptada pelos meios de comunicação internacionais. O mensalão foi objecto de acção penal por parte do  Ministério Público no Supremo Tribunal Federal.

Leave a Reply