“PAIS, ESCOLAS E JURITAS CHUMBAM ACESSO A LISTA DE PEDÓFILOS”- ASSIM ERA O TÍTULO DO JORNAL i DE 3 DE SETEMBRO por Luísa Lobão Moniz

olhem para  mim

E porquê, porque existe uma proposta de lei que concede o acesso à lista de pedófilos, que abusaram de crianças e que por isso estiveram presos.

A pedofilia é um mal para o qual não há castigo que apague a dor sofrida que ficará para sempre na criança abusada sexualmente.

O tempo de cadeia deveria ser revisto, no sentido de ser mais alargado, pois trata-se de um crime contra crianças.

É um mau trato à Criança que causa danos psicológicos que nunca mais se esquecem.

O abusador pode ser o pai, o melhor amigo da família, o tio ou o padrinho que ameaça a Criança se ela disser a alguém.

” mãe porque não fazes nada? tu sabes…” A criança está sozinha no mundo do qual não entende as regras. Como pode uma mãe não defender o filho, ou a filha, de um sofrimento que já não cabe no corpo desta criança? É simples e complexo, a mãe tem medo!

A Criança sente-se sozinha, amedrontada, triste, agressiva na escola ou apática. Considera-se uma pessoa que pode ser maltratada porque a culpa é dela. Quando um adulto lhe toca, afasta o corpo ou reage de uma forma agressiva revelada pelo olhar, pela expressão da cara ou mesmo pela violência.

O abuso sexual de crianças é um crime público e deve ser sinalizado, na Escola, na Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, no SOS Criança (116111) do Instituto de Apoio à Criança, à Assistente Social do hospital, à Polícia e a outras instituições.

Para que serve a prisão? Serve para o criminoso pagar o seu crime à sociedade que o condenou: E depois? Depois o criminoso porta-se bem na cadeia e a pena é reduzida e ele sai da prisão, como se o crime não tivesse sido tão odiável.

Cada vez que se liberta um pedófilo, as crianças ficam em perigo.

Os abusos sexuais a menores percorrem todas as classes sociais, tal como a violência intrafamiliar.

Faz-se lista pública ou não?

O abuso sexual de menores é inaceitável, pelo momento em si, como pelas sequelas que deixa para toda a vida.

E a violência doméstica? E a criança que viu o pai matar a mãe e os irmãos?

Todas estas pessoas deveriam ser acompanhadas pela Polícia. A Polícia deveria saber onde vivem, se trabalham e onde.

Deveriam ser proibidos de estar, no trabalho, com crianças.

Pergunto se já não há o Registo Criminal?

Acharia muito bem, que quando saíssem da cadeia, tivessem a obrigação de ir ao médico indicado pelos serviços prisionais ou outros, se for caso disso.

A Polícia de proximidade, essa sim, deveria ter conhecimento dessa lista, para “acompanhar” o comportamento desses indivíduos.

Como se tem visto, ao longo da História, a cadeia não acaba com a pedofilia.

Os pais, a escola, não têm que saber quem são os pedófilos. Não iriam resolver este problema e iriam criar outro, A justiça na rua, como há largos anos atrás…

O crescimento dos Humanos faz-se para melhorar a VIDA da VIDA e não para andar novamente com paus para “matar” o próximo.

A questão da pedofilia é tão antiga quanto o é a Humanidade, muitos já foram os castigos e as sentenças, como a pena de morte, a castração, o linchamento popular ou a exposição pública.

Não concordo com nenhuma dessas soluções, porque sou contra a pena de morte, seja na cadeira eléctrica, seja pela justiça popular. A exposição pública serve para quê? Para vir ao de cima o pior que cada um tem dentro de si. A História não se esqueceu da exposição pública de Gungunhama pelas ruas de Lisboa.

A violência gera violência.

bia 1 .11

 

CONTINUA    AMANHÃ

 

Leave a Reply